Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU, MINHA MULHER, UMA AMIGA E UM AMIGO.

Click to Download this video!

Quero compartilhar uma loucura que eu e minha mulher fizemos recentemente. Se soubéssemos que dava tanto tesão, já tínhamos experimentado antes.
Sou casado há 19 anos. Tenho 32 e ela 33 anos. Sempre fomos bem resolvidos sexualmente, acredito que tanto eu como ela sempre sentimos prazer em nossas transas. Mas uma coisa sempre nos incomodou, ela foi minha primeira namorada e eu o primeiro namorado dela, ambos éramos virgens quando começamos a namorar e permanecemos sem ter outra experiência sexual que não a que tivemos um com outro. Quando tomei coragem, há um ano, perguntei a ela se não sentia falta de ter tido outros namorados e... de ter tido outros parceiros no sexo além de mim. Ela deu linha e me disse que sim, que sentia falta, que gostaria de ter experimentado outros relacionamentos, ter feito sexo com outros homens. Depois me perguntou a mesma coisa e eu disse o mesmo que ela. Desde então não parou mais de me provocar na hora do sexo, de ficar me dizendo coisas ao ouvido como: "Então você quer comer outra, né?". E ficava me perguntando o que eu queria que ela fizesse em mim. Como minha esposa nunca quis fazer sexo anal comigo, me perguntava se eu ia comer o cuzinho da outra, se ia gozar na boquinha dela, se eu ia gostra de ter duas me comendo ao mesmo tempo, chupando meu pau. Até que um dia me perguntou se eu também aceitaria outro homem na nossa transa. Respondi que se ela me deixasse com outra porque não deixaria ela com outro. Ela passou a me pedir para simular que era o outro e eu mesmo comendo ela. Ela ia a loucura, nunca fizemos sexo tão intenso, tão gostoso quanto nesses dias.
Um dia, chegando do trabalho, ela me disse que tinha uma surpresa pra mim, que era para eu subir, tomar um banho, deitar na cama sá de "cuequinha" que ela ia me enlouquecer." Fiz o que ela mandou, subi, tomei um banho e deitei na cama sá de cueca. Esqueci de dizer que ela me pediu para deixar apenas aluz do abajour acesa, uma meia luz. Alguns minutos depois a porta se abriu, e ví que era uma mulher e que não era minha esposa. Gelei. Mas logo atrás dela vinha minha esposa, e quando se aproximaram vi que era uma amiga dela que eu conhecia muito pouco. Fiquei muito sem jeito, mas quando ví as duas vestidas com uma camisolinha bem curtinha, transparente, exatamente iguais, fiquei excitado e meu pau começo a subir. Minha mulher falou alguma coisa no ouvido dela que em seguida subiu na cama, puxou minha cueca e agarrou meu pau que já estava duro, igual a uma pedra. Ela me chupava tão deliciosamente que temi gozar antes de começar a foda a três. Minha mulher subiu em seguida e fiquei surpreso quando ela começou a acariciar a amiga por trás, trazendo as mãos para a frente e apaupando os seios dela. Tirou a roupa da amiga, ou melhor, a lingerie, e quando eu menos esperava, minha mulher caiu de boca na boceta da amiga. Fiquei louco, era uma cena linda. Depois de deixar a amiga bastante exitada e de nos acariciarmos muito os três, minha mulher virou para mim e disse: "Pode comer ela todinha agora, meter bem gostoso na buceta dela e no cuzinho." Quando ela disse cuzinho não acreditei, eu sempre quis comer um cuzinho. Então meti como um louco e minha mulher sá gerenciando, chupando meu pau, colocando de volta na boceta da amiga. Uma hora chupou e colocou meu na entradinha do cuzinho da amiga e me mandou enfiar. Quando senti a cabecinha entrando senti um gelo na barriga de tanto tesão, a amiga dela começou a gemer enlouquecida me pedindo para enfiar mais, enfiar tudo, quando senti meu pau todo enfiado no cú dela não acreditei, eu era o cara mais feliz da face da terra. Quando comecei a gemer como quem vai gozar, minha mulher me pediu para gozar na boca da amiga, tirei o meu pau, amiga dela veio com a boca toda aberta e eu não aguentei, gozei muito, a porra começou a escorrer da boca dela e vi uma coisa que nunca imaginei ver, minha mulher, que não gosta muito de porra, começou a passar a lingua desde o queixo dela até a boca, e terminaram se beijando num beijo melado de esperma. Para mim foi inacreditável, um tesão indefinível.
Na noite seguinte minha mulher eu estávamos relembrando a loucura do dia anterior, em certo momento ela me sorriu e disse "Agora é a minha vez, você já se divertiu né?" Confesso que fiquei com um pouco de ciúmes. Minha mulher é uma morena muito gostosa, não tem corpinho malhado, mas é toda certinha. Mas havia prometido. Nas noites que seguiram, sempre que fazíamos amor, ela ficava me falando ao ouvido sobre o outro, me perguntava se ia deixá-la chupar o pau dele, se eu ia deixá-lo chupar a bocetinha dela, o cuzinho, se eu ia deixá-lo gozar na boquinha dela, nos peitos. Comecei a gostar da idéia e fui me excitando cada vez mais. Um dia ela me perguntou se poderia procurar um cara para realizar a sacanagem. Eu disse que sim, mas que não poderia ser nenhum conhecido nosso. Ela ficou meio sem graça, e quando perguntei o que havia acontecido, ela me disse que era uma pena, porque ela tinha tesão num amigo meu e queria que fosse com ele. Eu disse que não, que iria ficar muito sem graça. Ele não insistiu, falou que iria dar um jeito. Não demorou uma semana e ela me disse durante uma foda que tinha arrumado um cara. Eu quis saber como, e ela me disse que tinha sido através de um site de relacionamento liberal. Perguntei se ela não achava perigoso, ela me disse que tinha sido indicação da amiga dela, a que transou com a gente, e que era de confiança. Ela me disse que ia chamá-lo para ir lá em casa, na noite da sexta-feira seguinte, para fuder bastante, sem se preocupar com a hora do trabalho na manhã seguinte. Como combinado, na sexta ele apareceu, era um cara mais ou menos da nossa idade, bem afeiçoado, corpo normal. Bebemos um vinho enquanto conversávamos futilidades na sala. No fundo, estava sá esperando que um pouco de alcool fizesse efeito e me desse coragem. A certa altura, minha mulher perguntou se não queríamos subir. Subimos. Tomei um banho enquanto eles conversavam sentados na beirada da nossa cama. Depois ela me perguntou se podia tomar banho com ele, acenei com a cabeça que sim. Fiquei morrendo de curiosidade de saber o que estava acontecendo e com um pouco de ciúmes. Tomei coragem e fui até a ponta da cama que dava de frente para o banheiro, que estava com a porta aberta. Eles estavam se acariciando, ela pegava no pau dele, ele chupava os peitinhos dela e eu fiquei sem saber o que fazer, totalmente sem graça. Eles saíram pelados. Apaguei a luz e acendi a luz do abajour. Coloquei uma música ambiente, baixinho. Eles começaram a se beijar novamente. Como fiquei sem saber o que fazer, comecei a apaupar os seios dela. Logo ela estava com a boca no pau do cara, que era bem mais grosso e um pouco maior que o meu. Chupava punhetava com muita vontade o pau dele. Depois ele chupou muito a bocetinha dela, enfiou a lingua no cuzinho e fez com que ela gemesse de tesão. Eu ficava beijando-a e acarariciando o corpo dela, perguntando no ouvido dela se estava gostando e ela me respondia que estava gostando muito, que estava doida de tesão e que me amava. Quando ela ficou de quatro na cama, pediu para eu ficar na frente dela para me chupar e pediu ao nosso amigo para enfiar gostoso na "xota" dela. Ela urrava de prazer e eu, a essa altura já estava mais solto, gostando da sacanagem. Fiquei um pouco chateado quando ela virou a cabeça para trás e pediu ao cara para enfiar no cuzinho, bem devagarinho. Ela nunca deixou eu comer o cuzinho dela, sá deixava enfiar meus dedos e algumas vezes cheguei a enfiar um pouco da cabecinha do meu pau. Sempre reclamou que doia. Fiquei um pouco nervoso e quis dizer que o cuzinho não, mas fiquei quieto. Ela começou a gemer cada vez mais forte, até quase gritar. Até que deu um gemido alto e ficou repetindo: "Entrou, entrou, entrou tudinho. Ai, ai, ai, gostoso." Ele começou a socar no cuzinho dela e ela explodia em tesão. E enquanto ele metia ela continuava me chupando, punhetando. Mudamos muitas vezes de posição, ela sentou no pau dele, com a boceta com o cuzinho e me pedia para tirar fotos que ela queria ver depois. Tirei muitas fotos e fiz um pequeno vídeo de três minutos com ele comendo o cuzinho dela. Quando chegou a hora dele gozar, ela pediu para ele gozar tudo na boquinha dela. Ele gozou muito, o esperma não era nem grosso nem ralo, e era bem cristalino. Escorreu pela boca dela e melou os peitinhos. Confesso que fiquei com muito tesão quando vi a cena. Ela veio em minha direção e quando percebi que ela queria me beijar virei o rosto e sorrindo eu disse a ela que isso não. Ela me respondeu que era muito gostoso beijar com a boca melada de porra. Disse a ela para deixar para fazer com a amiga, depois de eu encher a boquinha dela com minha porra. Então ela abaixou e começou a me chupar e punhetar até que eu gozei na boca dela também. Ela nunca gostou muito que eu gozasse na boca, dizia que o gosto não era bom, mas dessa vez parecia que estava saboreando um doce, deixou escorrer tudo pelo corpo, ficou muito melada.
Ficamos exaustos e minha mulher estava com uma cara de felicidade estampada no rosto que parecia ter alcançado o céu. Ele foi tomar banho, colocou a roupa, disse que tinha adorado, que nunca tinha comido um cuzinho tão gosotoso. Despediu-se, ela o levou até a porta de saída e voltou. A única queixa que fiz foi sobre ter dado o cú para o cara. Disse a ela que se ela já tivesse me dado eu não ligaria, mas ter dado primeiro a ele me deixou com ciúmes. Ela disse que doeu muito, mas era uma dor de prazer muito gostosa, e que agora ela ia me dar sempre que eu quisesse. Tomamos um banho demorado e fomos dormir.
Fizemos essas duas loucuras em dezembro de 2011, e não paramos de pensar nisso. Mas não queremos que seja algo rotineiro, será sempre uma aventura, de tempos em tempos. à práxima, estamos pensando em convidar os dois, a amiga da minha esposa e o nosso amigo. Já estamos imaginando como será a loucura...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos de enteadasconto gay - "me ajudou a subir no cavalo"Contos eroticos minha avo e mamae foderam com os mendigoscontos eróticos aposta infeliz diretor da empresabaixinha traindo corno com pedreiroCONTO EROTICO COMI A MADREconto erotico velha so trepa com novinhomulhe sora no pau fudedoafilhada chorando com a pica do padrinho no cu - contos eróticoscasa abandonada conto erotiico gaycontos eroticos com solteira no cinema pornocontos eroticos chantagiei minha tia e comi elacomtos bdsm de empregadaConto comeu minha esposa e eu não percebicontos eroticos aiii que lingua aiii chupa minha buceta aiiiiiiiwww.contos vovo me fodeu e gozoucontos gays chupei o vira lataContos mae anda nua na frente de amigos do marido e filhoslevei minha mulher pro cara mais pauzudo comer na minha frentecontos eroticos dormindovidio porno enchada qualculadacontos eróticos leite incestocontos eroticos meu amigo fudeu minha mae e minha ermaFetiche pelos pezinhos da minha amadacontos eróticos dormindo no chão e minha esposa com o meu amigo na camacontos eroticos cu de esposa vermelho cheio de porra com fotoporno bucetagriludavideos transex novinhas domandu leitinho na bocacachorros rendidos gozando pornoela iniciando ele conto bissexcafetao metendo na minha filha conto eroticosContos eróticos netas funkeirasficar excitada.em onibus lotadoporno quente doido cara lasca buceta com cuuma pics bem gostosa gay contos narradosmulher casada d********* dando a b***** e chupando o pau e g****** na boca com mendigoContos eróticos mãezoofilia bruda com mininascontos eroticos caminhaocontosdecorno..comcontos eroticos noite do pijamacontoseroticos negaocontos minha cunhada de shortinhos bem curtinhomulher sendo forçada a gozar com pirocada de macho amarradacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html morro de tesão pela a minha madrasta/videosConto eu e meu marido bebemos muita porra fresquinhasexo contos amigas e irmao a 3www.sequestrado.rasgando.calça.novinha.piroca.ernormeincesto furapornoconto de corno mansocontos eróticos meu sobrinho me chupouContos eroticos c imagens meus dois chefes me comeram por dinheirocontos ela queria e eu queria comercontos eroticos menina com pedreiropivete de penes de fora e tocando puietaxupando u pau dos piao tudo no sexo gostosowww.contos eroticos cavalgado no vovoconto erótico de tiazinha rabudacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos erroticos edtrupos e fodas doloridadhomens velho gay contosMinha mulher uma putona contocontos ero eguamadura me come com cinta penis contos eróticos lesbica escravo conta como leva sua dona ao gozo com a língua na bucetaconto porno enfiaram um ovo no meu cucontos eróticos comi alinecontos eróticos gays cavalgando no padrinhoconto erotico buceta aberta greluda novinha 19 anos dopadacontos erotico uma buceta peludaxv¨ªdeos zoofiliaconto erotico senti vontade de transa com um traveco pq so kadadominha tia me fez um footjob contos eroticoscontos erotico garoto do um copo cheio de porra do irmao gay tomei um susto quando a rola entrou na minha bucetaconto meu amigo me fez come a mulher deleconto erotico melher casada enrabada pelo caseiro negro do sitiomulher com contracionar peladacontos chupando os peitonhos da sophia e comeno o cu da janaraeu meu primo e minha mulher contoscontos de coroa com novinhoconto erotico comeu madrasta seios ggcomendo cunhada muito linda corpo de violao casada contos eroticoscontos meu cu tesudocontos eroticos com colegas com fotosContos eróticos seduçãoContos eroticos ela tava menstruadacontosdeviados..comcontos eroticos de lesbicas irmazinhas na infanciaconto erotico policial beijou minha namoradacontos eroticos o escravo seduz a.minha patroaminha mulher se exibiu pra várioscontos eroticos levei minha namorada pra outro comernoivo e noivas na lua de mel comprido e desejo de fatazia travesticontos eroticos de enteadas