Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

"EH DO TAMANHO DO MEU ANTEBRAÇO!"

Click to Download this video!

Oi gente! =) Da última vez, eu contei pra vocês que eu estava doidinha pra dar pro meu irmão... Nossa, que cavalo é aquele menino! Tá me dando mais tesão ainda, lembrar desse jeito. Não consigo parar de me tocar! Mas esse conto de hoje é sobre o Izandro. Um negão da minha faculdade que... me ajudou durante o difícil momento que eu estava passando em relação ao cacete gigantesco do Cássio. Pra quem não lembra, eu sou a Maya, sou moreninha, cabelo pretos lisos, tenho seios enormes e uma boca cheia e deliciosa. Adoraria ter um bundão gostoso, mas todos os homens amam meu rabinho do jeito que ele é. ;) Voltando ao assunto, eu estava decidida a dar tudo que eu tinha pro Cássio, mas nada iria acontecer da noite para o dia... Passei uma boa semana na base dos dedos na minha gruta... Foi um inferno. Um dia, eu cheguei mais cedo na facul pra poder juntar uns trabalhos com minhas colegas. Minha surpresa foi que elas tinham adicionado o Izandro ao grupo. Nossa, gente, minha xaninha se comprimiu toda e babou litros de líquido cheiroso de fêmea. Izandro percebeu, pelo que pareceu... ou ele era um gostoso safado mesmo. O negão era um sonho... Careca, olhos penetrantes... pelo menos uns 190cm. Um volume ridículo estava formado nas suas calças. Ele veio me cumprimentar, cheguei mais perto para dar lhe um beijinho no rosto, ele passou a mão pela minha cintura... gozei ali mesmo, sem brincadeiras! "Que tesão de homem é esse, Kaká?!" Cochichei pra Karina, minha amiga super-deliciosa. Ruiva completa, em todo e qualquer cabelo, seios que perdiam apenas pros meus, olhos verdes LINDOS! "Minha querida, ele é seu por hoje. =) Tá vendo aquele volume absurdo nas calças dele?" Fiz que sim, desconfiada. "Pois é... aquilo é o pau dele... MOLE!" Ela quase falou alto. As meninas olharam pra mim e pra Kaká. Izandro olhou e me deu um lindo sorriso. Sorri de volta... O que eu estava fazendo, meu deus?! Assim que a aula acabou, as meninas deram alguma desculpa qualquer e me deixaram com Izandro, que fez questão de me deixar em casa. Sei... "em casa"... Eu estava com tanto tesão que não me importei! Iria ser com aquele negão mágico que eu iria tirar meu atraso! Perguntei para Izandro se ele realmente queria ir agora. Acho que ele ficou um pouco desconfiado de eu querer algo. "Eu queria... estudar... um pouco." Peguei no meio das pernas do negão e apertei o pacote. Agora ele sabia o que eu queria. Aquele membro já estava enorme na minha mão, mas começou a crescer muito rápido. "Puta merda!" Não consegui deixar escapar. "Que foi, é demais? Suas amigas falaram que você sá dava pra cara de pau grande!" Fiquei atônita. Aquelas putinhas fofoqueiras.... Depois eu lidaria com elas. "Eu... não consigo acreditar que você seja tão grande! Vamos pra uma das salas lá de cima?" O andar de cima era basicamente abandonado. Como a facul era enorme, como o pau do Izandro, muito era deixado aos ratos. Izandro me colocou na frente, andou comigo até o elevador e logo estavamos sozinhos indo para o 11ª andar. Lá dentro, Izandro começou a tirar a rola imensa pra fora. "Agora você acredita, putinha arromabada?" MEU DEUS! Perdi o fôlego vendo aquele mastro digno de um Titanic! "Mas... É maior que meu antebraço!" Izandro pegava nas minhas tetas. "Mama no meu cacetão, vadia." Nada me fazia ficar mais molhada do que quando me xingavam. Engoli quase a metade do pau de Izandro. "Você é enorme! Você adora quando eu digo isso né, seu puto, cavalão! Esse pica gigante tem no mínimo 25cm! Seu cavalo! Fode sua eguinha!" Izandro foi a loucura! Por sorte chegamos ao andar a tempo de Izandro tirar minha camisetinha apertada e revelar minha tetas enormes. "Sua vaca! Vou acabar com você!" Levantei minha saia e implorei por pica. "Pelo amor de DEUS, seu cavalo filho da puta, mete esse monstro na minha xana!" Izandro era tudo, menos um cavalheiro. Ele meteu sem dá da minha xoxota! Eu sentia entrar 20cm direto na minha buça! "Seu FILHO DA PUTA! Me destrái!!! Fode a sua vaca!" Em um determinado momento, que eu não me lembro pois desfaleci, senti todos os 25cm de Izandro dentro de mim. Segurei minha boca com as duas mãos e comecei a berrar. Izandro me empurrou pra dentro de uma sala, fechou a porta enquanto ainda me fudia. Depois de terminar de fechar a porta, ele meteu que nem o animal que ele era, um cavalo! Senti minha buça esguichar! "O que aconteceu?" Perguntou ele. "Eu... ejaculei... Foda-se... METE PORRA!!" Ele, num estalo, continuou fodendo minha xaninha linda e raspadinha. Durante duas horas ele arrebentou tudo o que tinha pra me arrebentar. Ele pediu arrego depois da décima vez... Quando chegamos na minha casa, ele queria entrar, queria meu telefone e tudo o mais. "Você é lindo, gostoso, e tem a pica mais absurdamente descomunal que eu já vi, mas você foi sá uma foda. Eu to gostando de um cara." Olhei pela janela da minha casa, pensando no Cassinho. "Tchau Izandro. Manda um beijo pra Bella... Acho que é o turno dela de usar você amanhã." Dei um beijo na buchecha dele, que estava em choque, e fui pra casa. Chegando em casa, vejo Cassinho. "Oi mana, como foi a aula?" Cheguei perto dele, dei um beijão na buchecha, bem perto do rosto, e me encostei nele. "Foi uma delícia!" "Que bom, disse ele." Então, ficou fazendo carinho no meu cabelo... Ficamos assistindo TV. "Você é o práximo, Cassinho." Pensei.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos pai e mãe nudista fala com os filhos como e bom chupa uma rolacontos eróticos surdacontos eroticos gay negrocontos eroticos traindoconto adoro cu de casadacontos eróticos eu bebi e meus amigos enrabaram a minha mulhercontos eróticos esposa em uma enrascada contos de sexo chupadascontos arregacamos minha esposacontos de insesto fatos.comreaisCASAPO .RNOconto erotico: meu desejodando contoscontoeróticoEu e a minhavizinha que fez de tudo conto erotico emcochando um travesti e fudendo a força em onnibusContos eróticos Gay Calção Recheado do irmãocontos amigos esfregando o pau no outroperdi meu cabaço para o patrao sobre chantagecontos eróticos sou hetero mas deufotos de buceta sendo lambinda e gritandocontos gay sou submisso ao meu irmão mais velhocontos eroticos de enteadasadoro andar sem calcinha contosconto de cunhada que viciou emdwr o cua primeira vez que comi meu amigocontos porno estuprarão meu marido na minha frentebotamos pra fuder contostransei com vizinnha contos eroticoscontos empregada olhando meu volumecontos de menininhas sentando no colo de homensfeira conto heteroconto erotico dona de casa casada cantadapor dinheiro e me converseu a dar contos porno gaygozando na bucetinha apertada da cunhadinha que fica muito brabacntos de como deixei miha nulher levar um doutado la pra casameu marido vendo outro mim cumermeu irnao mas velho dormiu bebado bitei i pau na bunda delecontos de menininhas sentando no colo de homenstravesti bem dotado chupando o c****** da mulher do cumolicesconto gay fodi o namorado da minha irmacara retando gostosa no ônibusmenino gay e abusado pelo amigo contos heroticoscontos eroticos de incestos dormindoSou casada fodida contocontos minha garotinhacontos bdsm erposas escrava submissa martaContos eroticos tia morado na minha casacontos eroticos estupros de virgemvideo online travesti linda novinha deu no pelo garotao goza continuoo bombando escorreuempregadinha vai pro quarto do patrao so de camisola contoContos virei putinha quando vi o pau duro sou homenconto sexo chineladas do markdoMinha esposa arregaçadasuma pics bem gostosa gay contos narrados"HOMEM NENHUM RESISITIRIA AO FILHO DA VIZINHA" contos gaycontos eroticos meu padastro mim estropo no onibusvirei empregada da minha mulher contocontos eróticos de menina transando com o tio bonzinhomeu marido viajou peguei o carro paguei travesti contoscontos eroticos meu amigo fudeu minha mae e minha ermacontos tia gostosa com sobrinho no beijo e amasso no carroconto erotico gay rola grossa embebedei minha irma e a comi conto eroticoTennis zelenogradconto em casa com minha mãe com cada roupinhas que me deixa louco que xereca ela temcontos eroticos negao no cinema corno lambe porrabanhocontoeroticocontos eróticos dormindo junto com o cunhado conto erótico assediaram minha mulher na ruaeu gosto de ver meu marinho vestido de puta na festacontos eróticos filhinha bobinhacabeleira contando o cabelo depois fode com o caratrasei com meu irmao e meu primo confessoestocou forti na buceta da novinha que salto fora da picacontos de coroa com novinhoconto traindo na lua de mel com massagistacontos eroticos humilhadocontos eroticos boquete da cumadreboqueteira gaucha contocontos eroticos adoro mijar na calcinha