Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASADA E GRAVIDA...DE QUEM - MEU PRIMEIRO CASAMENT

Click to Download this video!

CASADA E GRAVIDA...DE QUEM - MEU PRIMEIRO CASAMENTO

Ola, em primeiro lugar obrigada por recebido mais de 450 e-mail, moro em Sto André SP, vou contar minhas experiências sexual, eu tinha 19 anos e fui na casa do meu namorado, ele estava sozinho e começamos a dar uns garras, e logo seu pau ficou duro e eu fiz uma chupetinha, e não resisti mais e fiquei nua, com muito cuidado ele foi penetrando seu cacete na minha bucetinha virgem e fui sentindo ele todo dentro, ardia um pouquinho mas o tesão foi maior e transamos a tarde toda, ele gozou umas 3 vezes dentro de mim, fui para casa com a buceta ardendo e satisfeita, então repetimos por mais um mês nossas transas até que fiquei sabendo que ele contou para alguns amigos e como tinha um amigo o Celso, que queria me paquerar, ele era mais velho tinha 20 anos, resolvi me vingar dele transando com o Celso, e assim eu fiz, fomos para uma casa abandonada e la eu transei com ele, dei minha buceta até ele não ter mais forças para fuder, no outro dia ele quis mais e foi na minha casa a noite, sá que já tinha transado com meu namorado e falei que tava ardendo de tanto fuder, ele deu risada e me levou assim mesma para a mesma casa e lá ele me colocou de quatro e passou seu cacete no meu cuzinho, pedi para ele parar mas ele disse para relaxar e passou um creme no meu cú e no cacete dele e foi enfiando, nossa como doeu meu cu, ele enfiou todo seu cacete de 19 cm e quando já estava todo dentro, começou o vai e vem, metia e tirava, até gozar dentro e quando tirou o cacete para fora, saiu muita porra misturada com sangue, ele acabou com meu cú naquela noite, fui para casa tomar banho e vi pelo espelho o tamanho do estrago, meu cú tava todo inchado e arrombado, mas dormi contente e repeti mais umas vezes essa transa, de tarde com o namorado e a noite com o Celso, até que terminei meu namoro, então passei a namorar o Celso e também dei o troco, transando com outros garotos da minha escola, acho que transei com uns 19 garotos, e foi ai que fiz minha primeira DP, tinha 19 anos, na escola eu era a putinha, meu pai morreu e mudamos de bairro e de escola, então conheci o Roberto e namoramos um ano, ficamos noivos e casei aos 19 anos, e a vida de casada era cansativa, acordava, fazia o café, o almoço, a janta, transava e dormia, então uns 7 meses depois de casar, resolvi passear no período da tarde, ver lojas, shooping, conheci algumas pessoas, e um belo dia passando em uma loja de carros fui abordada por um vendedor dizendo que eu era muito bonita, sexy, essas coisa e minha buceta já ficou molhadinha, disse que queria experimentar um carro e saímos para o test drive e já no primeiro motel entramos, e transamos a tarde toda, ele parecia um cavalo puro sangue, meteu na minha buceta, no meu cú, gozou umas 4 vezes, até na minha boca ele gozou, até engoli um pouco de porra, quando saímos de lá, já era tarde, ele me levou práximo da minha casa e cheguei em casa, Roberto já estava, menti dizendo que estava na casa de uma amiga e ele nem ligou, e assim voltei a transar com outros caras, e tinha alguns caras que levava uns amigos e eu metia com os dois e até três caras me fuderam ao mesmo tempo, no nosso bairro ninguém desconfiava, mas no centro e outro bairro mais afastado, muitas pessoas sabiam que eu era uma putinha, quando me viam passar na rua já falavam, lá vem a vadia, na garagem eu era tratada com puta, cheguei a ajudar a vender carros e transar com clientes, meu marido já não transava mais como antes, era umas 2 ou 3 por semana e depois uma sá e pronto, nesse tempo conheci dois amigos dele, o Chico e o Fabio, eram primos, e não aguentei ver o cacete do Fabio, nunca tinha visto aquilo, grande, grosso e bonito, o do Chico era grande, meio fino e cheio de veias, foi no banheiro de casa, meio sem querer, meu marido chamou eles para assistir jogo na tv e beber umas cervejas, quando eles foram mijar deixaram a porta aberta e passei no corredor e vi aquelas maravilhas, eles ficaram sem graça, mas no outro dia eu liguei dizendo que podiam vir em casa mais vezes e que não ficassem com vergonha, no outro final de semana eles vieram e meu marido com o Chico foram na rua buscar mais cerveja, o Fabio ficou no sofá e quando meu marido saiu, eu sentei perto dele e passei a mão no cacete por cima da bermuda, ele ficou assustado mas não disse nada, então tirei aquele cacete par fora e chupei, ou tentei chupar, já que não cabia na minha boca, isso mesmo não coube na minha boca de tão grosso, eu fazia igual sorvete, lambia todo até meu marido chegar, disfarçamos e quando foram embora eu marquei com ele no outro dia de tarde e assim ele me encontrou e fomos num motel ali perto, nossa, seu cacete estava tão duro, fiquei lambendo e pensando, sou louca, vai rasgar minha buceta, mas o tesão foi maior e cavalguei aquela maravilha, (mulheres, devia ser direito de todas dar pra um cacete daquele), eu cavalgava e sentia entrando, rasgando, a cabeçona tocou meu útero e senti sua porra quente, então eu comecei a transar uma vez por semana como Fabio, e ficava dois dias sem fuder, para minha buceta voltar ao normal, ou quase ao normal, e também dei pro Chico, para os dois juntos, o do Chico eu aguentava no cú, tentamos o do Fabio, mas era impossível de tão grosso, nás já estávamos tão acostumados a fuder que nem íamos para motéis, transava na caso do Fabio, do Chico e na minha até que numa tarde o Corno do Roberto, meu marido chegou mais cedo e eu tava com o cacete do Fabio na buceta e o do Chico no cú, foi uma briga, discutimos e nos separamos, eu voltei para a casa da minha mãe.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto erotica encoxando mamãe no metrocasa dos contos gay desgraçado arrombadorContos eroticos de padrevizinha casada maravilhosa de micro shortconto travesti me enganoufui comer acabei dandoso rapariga do meu sogro contosconto erotico bi com atendente de hotelConto estuprada pelo amigo do maridosexo contos eu e meu filho adotivo fizemos sexocontos eróticos magra chata Molestei minha irma contos eróticoconto erótico de gay dando o cu pra catador de papelão pedindo para gozar contoseu quero ler contos eroticos com mulheres que adora da pra homens da pica de cavalocontos eroticos marido mandando mulher saracontos chupando os peitonhos da sophia e comeno o cu da janaraporno.pai.padado.jeu.nabuseta.dafilihaconto etrupo ocuda mamecontos eróticos menina pequena dá o c* no pedágioConto eu peguei meu genro me brechando no banhoPORNOXIXI N OCOPOcontos incesto tiu do barcomi minha sogra todo mundo viaja so tinha eu e elaGozando nas tetinhas contos eróticoscontos inocênciacontos heroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosfui bolinada na.mesa junto.com.o marido.contoscontos/comi a mae e tirei o cabaco da filhaconto erotico seminarista e os padresxvidios marido esposa e cumhadaContos eroticos comendo o cu do negaoconto erotico gay viado fica com medo da piroca do coroa e e fudido a forcacontos do seu jorge pegando uma casadinhacontos eroticos fudendo a mae travesticontos eróticos minha tia min da banhodistraida no trem conto eroticocontos eróticos de bebados e drogados gaysvideopornodeanosaame deram sonifero varios homens me violentaram por traz efrentecontos eroticos coroa forrócasados contos cdezinha meu amanteconto erótico: isso nunca podia ter acontecido parte 1conto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arromboucontos de casadas o negro desconhecido me arromboucontos eroticos gay aprendi pra que serve minha bundacontos eróticos minha buceta pegando fogo i.piscandoDesvirginando a sobrinha de 18 anosminha mulher pediu pra fuder minha enteada contoscontos eroticos de incesto com filhinho viadinho com a mamãeContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar os pes de primas mexendo no celularcontos eróticos minha mulher foi f***** por um travestichantageei e comi a secretariagostosa loira safada peladinfachupou o pau no karatê ele gozar na cara delaGoiânia conto vigia da obra gay cuconto erotico minha filha foi dormi na casa do namorado vouto andando de perna abertacontos eróticos escrava sexuais incertoA menina e o cachorro conto eroticoaame deram sonifero varios homens me violentaram por traz efrentecontos casada no suruba festa na casa de praiacontos corno humilhado beija péscontos eróticos de velho pretosouvido no quarto a irmã transandocontos eróticos enrabei minha irmã nun dia de friocontos eroticoscomi minha irma drogadaFudendo a prima,contoconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeueu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoum pivete me engravidou contoshetero goza dentro ainda da im tapa contos eroticos de negros na praia de nudismorelatos eroticos/pisar na caraRelatos de incesto sou super dotado virei amante da minha mae e urmas mais velhas sou o macho delascontos eróticos amor a primeira vista menina de 10Conto erotico filho engravida sograContos podolatria empregadaporno mulhres usano chortes Cavadãocontos eróticos FortalezaContos passeando de carro usando cinta liga e fio dentalxvidios neila gosta sexomulheres peladas encostada no pe de cococontos minha esposa viu o garotode pau durominha delicia de filha me provoca contoscontos eroticos peguei meu sobrinho de Pau durodei para um cavalo contos eroticosubi a saia da e comi minha empregada vadiacontos mostrando o piru para a vizinhacontos eróticos tenho 31 anos e tirei a virgindade da buceta da minha noiva de 19 anoscachorro do pau grande comendo a mae conto eroticominha mulier sentou no pinto grosoconto eroticoComtos eroticos dei pro tio jorge com pau minusculocontos de incestos posando na sogracontos gays chupei o vira lataconto erótico chantagem putinha pobre cu coloboa f*** mulher leva travesti para comer o maridohomen bulinando o penis no chortfodi a noite todinha filha virgem desenho hentai