Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O PAI DO MEU IRMäO

Click to Download this video!

Antes de escrever qualquer coisa quero deixar bem claro que nunca comi e nem quero comer a minha mäe, mas näo posso esconder que ela sem mim näo existiria como mulher (sexualmente) falando...



A minha mäe cortou um dobrado com o meu pai nos primeiros anos de casada... Meu pai era um beberräo do tipo beber, cair e ser carregado pelos ``amigos`` A minha mäe aguentava calada, pois, meu pai era muito nervoso e ela näo tinha nenhum parente por perto...



Na ëpoca eu tinha 9 para 19 anos e sofria junto com ela, pois, eu tambëm näo gosatva de ver meu pai chegar quase todas as noites carregado por "amigos"... e quase sempre por um (amigo) chamado jurandi... Os dois eram como unha e carne viviam junto o tempo todo... meu pai faltava pouco dormir com o jurandi...



A minha histãria de cumplicidade com a minha mäe teve inìcio numa dessas noites de bebedeiras do meu pai com o tal de jurandi... Nessa noite eles näo sairam para beber, eles beberam em casa, na varanda dos fundos, eles bebiam e ouviam umas musicas horriveis, enquanto eu e minha mäe assistia-mos tv na sala... Notei que jurandi passou a trazer tira gosto e que a cada vez que trazia, ele olhava para minha mäe com uma cara estrnha... Näo posso deixar de descrever a minha mäe (1,60 - 55 a 60 kg - olhos verdes - ruiva - um rosto de boneca - cinturinha e bunda grande)na época...



A noite foi se passando e a minha mäe colocou uma camisola para dormir... ela me levou para sua cama e acabamos pegando no sono... acordei e fechei os olhos rapidamente como que fingindo estar dormindo e com os olhos seme-serrados, vi, acrditem se quiserem o jurandi sentado na beira da cama acariciando abunda minha mäe... A minha vontade era pular em cima do jurandi,mas ao mesmo tempo eu gostava do que via... derrepente minha mäe deu um pulo da cama e perguntou se ele havia perdido o juizo... Continuei fingindo que estava dormindo... escutei quando jurandi falou com minha mäe que já havia colocado o meu pai no sofar da sala e que ele dormia feito uma pedra... Minha mäe irritada falou umas besteiras com jurandi me lembro que ela disse( já tenho problemas demais com um cachaceiro) Jurandi sem perder tempo emendou( sá que esse cahaceiro aqui, bebe e näo cai pelas ruas e se tiver uma xota carente, fode a noite inteira)...



A minha mäe pediu a Jurandi para ir embora e lhe acompanhou até a porta dos fundos (da varanda que rolou a bebedeira) notei que minha mäe demorava a voltar entäo levantei sorrateiramente e fui espiar o que acontecia... Jurandi engravatava a minha mäe com uma das mäos e com a outra libertava a piroca... É bom lembrar que o Jurandi era um cara muito forte e grandalhäo era o triplo do meu pai... Num movimento brusco Jurandi baixou minha mäe pelo pelos cabelos até a aultura da cintura esfregando a piroca na cara dela (amigos leitores que piroca)... Mesmo com medo da minha mäe sofrer alguma coisa, eu näo coseguia parar de gosatar, e com o passar dos minutos notei que mamäe estava um pouco mais entregue e fazendo o que Jurandi pedia (chupa aqui, chupa ali,etc)...



Jurandi deitou mamäe sobre a mesa que beberam, tirou-lhe a calcinha e chupou a sua buceta durante um bom tempo, minha mäe gemia de prazer... eu ouvia o salivar e os chupöes estalados da boca do Jurandi... Derrepente ele se levantou acariciando a piroca posicionou-se no meio das pernas de mamäe esfregando a piroca na buceta... ouvi a minha mäe pedindo para colocar com carinho... Pedido feito, pedido aceito!!! Jurandi empurrou a tora bem devagar até onde coube (sobrou piroca) e foi almentando o ritimo aos poucos... pegou ela por traz... e de tudo quanto foi jeito... mas o momento que eu mais gostei foi quando ele a pegou de frente segurando-a pelas ancas e no colo, ela pendurada na nuca dele... as estocadas foram foram ficando mais forte, a minha máe pedia para parar, mas quanto mais ela pedia mais forte e fundo ele metia...Jurandi foi diminuindo o movimento e almentando os gemidos minha mäe tentou tapar a boca dele, o que foi em väo, o homem parecia um urso enfurecido... deu umas duas estocads mais fortes e profundas e parou... Ele colocou a minha mäe no chäo, ela estava com as pernas bambas e de sua buceta escorreu um mar de porra...



Jurandi havia me visto naquela noite, tanto que conversamos eu, ele e a minha mäe sobre o acontecido e o que aconteceria... depois de trinta anos, eu tenho quase duas certezas... de que jurandi mudou a maneira de pensar da minha mäe quanto a fuder com outros homens e de que Jurandi à engravidou e é o pai do meu irmäo marcio...









VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos donas de rabos enormesfui criado para ser gay Contoscontos erotico gay negro dando pra brancobucetinhas perusinhocontos pediu uma massagem e acabei comendocontos porno sou puta dos meus cachorrosconto eróticos sexo entre família gozando dentro da buceta engravida deleconto erotico eu estava tao bebada que nao sei quem me comeu me encheu meu utero de leitecontos minha mulher nao aguentou tudo o pau do meu amigoContos eróticos com fofos de incesto sentando na pica dura do meu irmaomorando de aluguel o cara quer comer minha mulher contoconto erotico pedi um desconto para o gerente e ele me encoxouchegando em casa toda gozada contos eroticoscontos de incestos e orgias com minha esposa gravida minha irma nudistasconto erótico com a sobrinha novinhaEncoxador contosconti erotico continuacao i primo de jorgecontos não resisti ao cacetaoconto gay broxa deucontos eróticos casada nua na festacontos depois de velha fui arrombadacontos eroticos de novinhas q fes anal parra nao perde o namoradonetinha safada adora sentar no colo do vovô contos eroticospassando lápis na bucetaa mulher que tem um cacete uma mulher que tem um cacete até uma rodadinhaporno fode minha buceta vai étoda sua vaiahhhhContos e relatos de incesto minhas irmãs gemeas flagraram fudendo a mamae e tive fuder as tres no cudesejos de machos que adora safadeza com outros macho experiências vividasmonique com chprtecom o pai do meu amigo contoscontos eroticos casadas e pedreirosbikini socado na buceta conto eroticoconto erotico amiga nao sei como aguentei 26 cm de pirocao do magrelinhcontos de sexo eu meu amigo e minha esposaa filha da minha empregada vive me provocando contosconto da sogra da buceta grande e putamenino bateno puheta pos amigo no riosinhocontos amante da sogra desde antes de casarTennis zelenograd contorelatos sexo eu e minha filha novinhacontos eroticos a buceta da minha mae e a coisa mais gostosa do mundocontos erotico daniela fes me da ate o cusinhofilho tirando a calcinha da mãe . ...mas mesmoconto erótico eu escutei a crente gostosa peidado no banheiro contos eroticos gay infanciacontos bem safados assanhando meucontos fodi menininha por docescontos eroticos porno medinga deu cuContos mamae é a puta da familia e dos vizinhoscontos eroticos de dupla penetraçao entre mulher o marido e o primo do maridoConto negao comendo cu de gay bundudo aforsaamigocome casal conto eroticocontos de costureira carenteconto erotico eu e os meu colegas comemos o cuzinho do guri a forçacache:NCvA3Q684K4J:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria-mais-lidos_4_10_incesto.htmlcontos eróticos vendadaconto erotico tio julioContos eroticos corno tirei a vara da boca da minha esposa para mamar eucontos eroticos de feiacontos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhoconto erotico comi mulher do meu primoconto erotico sou vadia e meu marido nem desconfiaconto do tarado que se fazia de bonzinho para comer as meninasfagei minha mulher com um vibrado conto traiçãodei a bunda pro meu filho e viciei contocomi minha tia e o meu primo comeu minha maeso contos de travesty dando o cu varias vezes ate ficar bem aronbado bem largo que cabe a mào dentrocontos casada sendo comida por enganomulher rebolando de costa para o espelho de fio dentalcontos eroticos peguei minha esposa e sua tia juntasprima mais velha terminou o namoro e chamou o primo pra viajar contos eroticos fotoswww.goroa nis Sogra fudendocasa dos contos na pescaria com minha mulhercontos tio enrraba sobrinhocanto erotico meninas curiosacasado chupa travesti contogostaria dever filha cupano apica do pi dorminorelato transei "por engano"depois direto para fudela dormindocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos eroticos 148 cm de bunda .Contos eronico papai cuzinho d minina