Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FODIDA NA PRAÇA

Click to Download this video!

Oi para todos, esse é meu primeiro conto. Primeiramente vou me apresentar, me chamo Andréia, atualmente tenho 23, recém formada em ciências contábeis, tenho 1,68m, 53kg, tenho um bumbum que me rendem muitos elogios, seios médios, e gosto sempre de deixar minha marquinha de biquine a mostra que me deixa bem mais atraente. O conto que vou relatar aconteceu quando eu tinha 19 aninhos, mas já tinha uns anos de pratica. De férias fui visitar minha tia que mora em Salvador, ela era viúva e morava sá com minha prima Renata de 20 anos na época. Cheguei lá na terça e ate sexta nada de demais havia acontecido. Quando chega sexta-feira Rê (que era minha prima favorita, pois sempre aprontávamos juntas) me fala que iría a um churrasco no sábado e se eu quisesse poderia ir com ela, claro que aceitei. A noite como nos outros dias formos passear e ela sempre me deixava chupando dedo, saia com seu namorado e me deixava sozinha, pois ainda não tinha encontrado ninguém interessante. Chegando no sábado formos ao churrasco por volta de umas 11:30 da manhã. Eu vestia uma calça bem justa (que deixava minha marca de biquine a mostra) e um tomara que caia deixando minha barriguinha também para o povo ver. Rê por sua vez vestia uma sainha minúscula e uma camiseta, iría sem o namorado por isso vestia asim. Chegamos na festa fomos bem recebidas por Lucas (o dono da festa) Rê me apresentou a ele e pude perceber que não tirava o olho de minha marquinha. Fingi não perceber e fui aproveitar a festa com minha prima. Depois de umas 3 horas regada a cerveja Rê já se encontrava bem alegre e dançava muito, como usava uma saia muito pequena ao se rebolar até o chão mostrava a todos sua calcinha minúscula vermelha (nossa quanto homem babando). Com aquilo ela foi cercada por uns sete caras e eu me sai, fui tomar mais cervejas em outro local. Um rapaz chegou perto de mim e se apresentou com o nome de Victor, começamos a conversar e pude perceber seu interesse em meu corpo. Depois de mais de meia hora de conversa, resolvemos dar uns amassamos, ficamos ali por mais de uma horas nos amassando bem gostoso e já tava bem meladinha sentindo o pau dele roçar em mim por cima da calça. Depois resolvemos dar um tempo e fui procurar por Rê, acabei encontrando ela na lavanderia engolindo um cacete, achei melhor não incomodar e sai logo (se bem que gostaria de ficar ali olhando tudo), voltei para beber mais e como também já tava muito legal, fui dançar para suar um pouco. Fiquei dançando e sendo encochada por mais de duas horas, avistei Rê e fui ao encontro dela, me contou o que havia acontecido fingi não saber de nada, conversamos muito ela me falou que foi maravilhosos e que até o final da brincadeira iria ter mais. Voltamos a dançar e Victor veio por traz e me beijou a nuca, me arrepiei todinha nessa hora. Ele me chamou para irmos a um canto mais aconchegante, ele me levou para um fundinho onde tinha pouca luz, mas quando chegamos lá tivemos azar pois o local já havia um casal, ficamos procurando onde ficarmos mas tava difícil, então ele me levou para fora da casa e formos para uma praça perto da casa, procuramos um local bem escurinho e ficamos em um batente meio alto. Ele assim que chagamos me beijou logo e foi alisando todo meu corpo, e forçava seu corpo no meu, assim eu sentia seu pau roçando mais uma vez no meu corpo. Ele então baixou meu tomara que caia e mamou para valer em meus peitos. Eu como estava gostando muito da brincadeira resolvi colocar a mão no pau dele ainda por cima da bermuta e apertava muito. Então abriu minha calça e colocou mão dentro e começou a alisar minha xaninha que já tava totalmente encharcada, primeiro por cima da calcinha e depois por dentro. Minha xota piscava de tanto tesão, parecia implorar para receber aquele cacete duro que eu tinha na mão, coloquei o pau dele para fora e comecei a punhetar enquanto ele descia mais minha calça e colocava dois dedos em mim. Depois baixei e comecei a chupar ele com gosto até ele gozar em minha boca, não deixei cair nenhuma gota. Depois que engoli tudinho continuei a chupar para reanimá-lo, o que não demorou muito. Levantei e pedi para que ele enterrasse tudo em mim, ele me virou e começou a botar, bem devagar, sentia aquela pica deslizando em minha xana toda molhada, começou um vai e vem e cada vez mais frenético. Nesse momento fui às nuvens de tanto tesão e sem demora gozei junto com ele em um gozo bem demorado. Quando nos reanimamos percebemos que estávamos sendo observado por dois garotos. Senti um enorme susto na hora mas depois relaxei, vi que eles gostavam do que viram e baixei de novo para chupar mais uma vez Victor, foi quando passou um senhor com cabelos já brancos olhando, me levantei e voltamos para a casa. Rê disse que me procurava a muito tempo e já era hora de ir para casa, me despedi de Victor e resolvemos ir para casa. Depois daquele dia trepei mais duas vezes com Victor quando aconteceu de minha tia nos pegar no flagra, mas essa historia fica para outra vez. Quem quiser me contar seus flagras e sá mandar e-mais: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


pprn contos eroticos casada se prostintuindoeu vi uma pica toda arregaçadaAdoro dar o cu para o papa contoscontos eróticos mancha branca no vestidocontos eroticos de greluda oferecendo a buceta vigiasexo contos deposito de porracontos dexei minha mulhe tomando no cu na minha frentedeixei meu vizinho me desvirginar contoschortinho q deixa as magrasgostosasSafadinho aaa uuucontos eroticos buceta peludaTennis zelenogradconto aproveitou a irma dormindo e sentou na pica do cunhadocontos pornos trocando as esposascontos eróticos massagemconto comeu casadoconto erotico esposa dando para sequestradoresconto erotico madrinha pediuConto estuprada pelo amigo do maridominha piquinha era muito pequena contos gayconto erotico viadinho com shortinho e calcinha é estupraadocontos eroticos fudendo garotos hetesexualComi minha cunhada contoscontos eroticos gay o pastor"amor vou dar" amigo colegamulher com contracionar peladabetinha puta contoscontos eróticos reais aluna e professorArombaram meu cuzinho quando pikena conto eroticoContos eróticos Gay Calção Recheado do irmãozoofilia mobile ticas pornono motel tirei a virgindade do bucetao da minha cunhada conto eróticocontos eróticos ai fode ai fode porraConto ertico. Minha adrasta. Bebiacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos com padrinho enfiando tres dedo contos eroticos de incesto: preocupada com meu filhocasados contos cdezinha titio roludoContos eroticos de podolatria com fotos chupar pes de primascontos de mulheres que tomaram ativador sexualpaquerei ex nanorada do neu primo é pau?amiga passando bico do peito no pingueloda amigadei a bunda pro meu filho e viciei contocontos eroticos pegei meu vizinho cheirando minha calcinhaMeu+irmau+arrombo+meu+cu+a+fosa+conto+eroticocontos enrabado na saunaconto erotico incesto sonifero filhamae e filha com vibrador na buceta contos eroticosContos erotico o chefe da minha esposa violento ela bebada na festacontos eróticos um cavaloconto erotico gay florestacontos eroticos gay game apostaConto o meu irmao inche a minha bucetinha de poraconheci a vara do meu padrasto muito novinha contos eroticosconto gay velho do ônibusminha cunhada traindo meu irmao com o patrai contosvideo porno primo sente atração pelo outro primo homensencoxando coroa casada em Jundiai conto realboafoda esposo em lua de mel da pr dois homens na gramacontos dormi com minha irmãEle mexia no meu grelinho eu sabia q era errado mas eu adorava...conto o inimigo do meu pai me comeu contos encesto seguestro de mamaeconto erotic mãe e o filho gaycoroa gorda velha umiha o marido fodendo com outrocontos incestuosos - mãe e filho no forró terceira idadecontos eroticos a negrona MeireContos gay beijos com a boca cheia de esporraContos eroticos louca quando dois machos chupam gostoso as minhas tetascontos eroticos pequena vizinhaconto incesto fodendo no onibus cheio minha tiaconto erotico adoro da pro meu filho com a buceta sujaminha mulher me fez de corno na nossa cama com meu consentimentodando cu munheres.com45anoconto gay pai obriga o filho a uda calcinhaContos pornos-mamae deu um selinho no meu pauchantageei minha mae contos eroticoscontos com depravadassexo gostoso foda maravilhosa grita quando o pau entra ui delicia mete essa vara na minha buceta no meu cu chupa a minha buceta vai porra ai que gostoso essa pirocacontos eroticos cuidando da minhas sobrinhas e suas amiguinhasminha mulher tá ficando conclusão tem alguém comendo contos eróticosmeu irmao tirou minha virgindade