Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CARONA COM SEGUNDAS INTENCOES

Sempre tive um tesão enorme por minha colega de trabalho. O nome dela é Fernanda. Algo me dizia que ela era muito safada e gostava de muita sacanagem. Eu me masturbava muitas vezes pensando nela, imaginando como seria estar com ela e sentindo seu corpo gostoso sobre meu. Fazia isso, inclusive durante o expediente. Então tive uma idéia que nos aproximou bastante.



Eu percebia que ela acessava muito a internet e gostava de bater papo com pessoas pelo ICQ, então criei um nome fictício no ICQ e comecei a teclar com ela todos os dias, como se ela não me conhecesse, e foi assim que descobri todas as taras e fantasias que ela tinha. Conversamos por várias semanas, sobre tudo, mas principalmente fantasias, intimidades, coisas excitantes, eu já não aguentava mais de tanta vontade de senti-la, tocá-la, queria que soubesse que aquela pessoa com quem ela se abria e falava todas aquelas putarias, intimidades, sacanagens e taras, era na verdade alguém bem práximo dela, que a desejava muito e queria possuí-la de todas as formas.



Então, finalmente trocamos telefones e ela me ligou, no começo ela não reconheceu minha voz, conversamos um pouco e meu tesão aumentou mais e mais, como de costume acabei indo ate o banheiro, pois precisava descarregar todo aquele tesão, pois ao ouvir a voz dela, não resisti, meu pau estava doendo de tão duro. Foi muito bom, mas quando eu estava retornando para minha sala, nos encontramos no caminho e ela ficou meio sem graça, acho que percebendo que era eu a pessoa com quem ela se abrira todos aqueles dias. Pensei que tinham terminado ali todas as minhas esperanças de realizar com ela tudo que havíamos conversado, mas não foi o que aconteceu, a partir daquele momento, apesar do medo, continuamos a nos falar, de forma mais intensa e como ela não se afastou de mim comecei a assediá-la, querendo realizar tudo que falávamos, transformar aquelas taras em realidade e não mais apenas ficar teclando através do computador.



Num certo dia a ofereci carona apos o trabalho, mas ela sacou que eu estava mal intencionado, mesmo assim aceitou. Entramos no carro e como de costume meu pau já estava duro e latejando, falei pra ela que queria sentir sua boca molhada nele, Fernanda exitou um pouco, mas aos poucos foi se soltando. Coloquei sua mão sobre minha calca, abri meu zíper, coloquei meu cacete duro pra fora e de imediato ela o pegou, nesse momento ele ficou mais duro ainda, como era bom, eu nem acreditava que iria sentir tudo que imaginara por muitos dias.



Sai imediatamente do estacionamento e enquanto eu dirigia o carro ela se pôs de quatro no banco do carro e começou a pagar um boquete enlouquecedor em mim... A vontade que eu tinha era gozar imediatamente, pois a muito eu desejava sentir aquela boca quente e gostosa. Mas me contive, aproveitei cada mamada dela. Fernanda me chupava, sugava a cabeça do meu pau com vontade, como se fosse uma criança faminta com uma mamadeira na boca. Enquanto ela me chupava fazia movimentos suaves em sua cabeça para cima e para baixo, fazia carinho em seu pescoço, elogiava a forma como ela fazia aquela falação tão gostosa. Eu já aguentava mais de tesão e falei pra ela que iria gozar, nesse momento pensei que fosse tirar meu pau da boca e fazer eu gozar numa punheta deliciosa, mas não... Ela, com mais vontade ainda chupou meu pau, engoliu ele todinho, aumentou a velocidade dos movimentos de vai e vem, sugando a cabeça intensamente, quando ela sentiu que eu estava explodindo num gozo maravilhoso, segurou meu cacete dentro da boca e não deixou escapar uma gota.



Relaxei e disse pra ela que aquele foi um dos melhores boquetes que eu tinha recebido em minha vida... Limpei-me, guardei meu cacete e a levei ate o seu destino. Mas esse foi apenas o primeiro encontro tárrido que tivemos. A partir daquele dia ficamos mais íntimos e hoje somos confidentes, trocando experiências e relatos que em outra oportunidade contarei aqui.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto macho fica pelado contos eróticos surpresa travestiquad erotico a apostacontos eroticos em quadrinhos papai bebadotia da pro subrinho no mato e ta doebdo era virgemcontos minha filha tem mega grelaofui banha mas meu irmau na pidina e eu dei pra ele xvidio.comconto de quarentona a fuder com desconhecidonamorada virgem.contocontos orgia com jogadorestravesti delicia de juiz de fora sendo enrabacontos comendo a enfermeiraimagens de conto de homem macho transando com ambulância machodeixa eu ver seu peitinho contoscumendo a prima vingwmcontos eroticos gay meu pai me comeuContos eróticos de lésbicas gemeas sarrando a bundaSou casada fodida contoCasa dos contos comendo a vizinha loira coroaPeguei meu pai na punheta conto tenho 20 e comir e comir o cu do meu irmao de 15videos zoofilia cavalos gozando na bucta epenetrandocondos erodicos sogra e jerocontos eróticos amiga baixinha do trabalho Conto erótico da namorada excitada pelo amigo do namoradoporno empurei no cu da minha mae foi sem penaconto erotico jogando game com o garotinhocontos eroticos de enteadascontos eroticos, cu de bebada nao tem dono me comeram a bucetacontos consolei a mulher do meu amigotava de sunga gozada no clube contosContos erotico eu e minha tia no jogo da garrafamulheres da buceta cabeluda que dar e nao aguentou a rola grosa e pedia para parar videoconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouconto erotico-o amigo do meu marido me come enquanto ele assistia futebolconto erótico eu escutei a crente gostosa peidado no banheiro Contos eroticos minha esposa me perguntou se podia mesmo dar pro colega de trabalhocastigando mamilos com grampos contocontos eróticos com mulher baixinhavídeo de bocado de mulher dançando de fio dentalSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contoela sentiu meu pau crescendo contos eroticosconto eróticos incesto pintando a casa da maninhacontos eu novinha peguei num cacetao pretorealizacao de marido e mulher - contos eroticos contos eróticos minha bundaContos bdsm sequestradaler contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada e dando cuzinho pra dotadoscontos eroticos caminhoneiro obriga meninacontos minha enteada minha amanteminha mae depravada contos eroticoscontos eroticos peguei meu sobrinho de Pau duroamiga deficiente contos eroticoscontos eróticos com esposa pedindo merda na bocacontos eróticos com a lindinha de 11contos baixinha popozudao pito da minha sobrinha e o cu da cunhada contosconto minha mulher e um cao d rua fodendoMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contosContos eroticos de amigos q fuderam as amigas okinawan gélico pornôirmã vadia - conto erotico com fotoscontos gay sentou no coloAssisti uma enrabada relatosminha sogra viúva linda e gostosa ela mora sozinha eu fui na sua casa minha sogra ela conversando comigo no sofa ela me disse que minha esposa disse pra ela que eu adoro fuder o cu dela eu disse pra minha sogra eu adoro fuder o cu da minha esposa minha sogra disse pra mim meu genro eu nunca eu dei meu cu virgem pro meu finado marido minha sogra ela me perguntou pra mim meu genro você que fuder minha buceta e meu cu virgem eu disse pra ela eu quero minha sogra fuder sua buceta e seu cu virgem minha sogra ela me levou pro seu quarto conto eróticocontos eróticos meu marido me exibiu na feira de carrosminha tia coroa crente de 57 anos contoconto er¨®tico menina sozinha contos eróticos virei cd para usar fio dentalcontos eroticos peguei meu marido chupando os peitos da prima delecontos erotico vestido tubinhosogras e madrasta fazendo boquetes rapidosinquilino do meu esposo contos eroticoperdi a virgindade com meu irmão bêbado conto eróticocontos eroticos arrastada pro mato e enrrabada pelo brimo da rola grossaconto comendo a.imais do sitiocontos eróticos menina pequena dá o c* no pedágiocaralho anaconda destruindo cuconto erótico de corno chupador de arrombada