Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EXIBICIONISMO SEM QUERER

Click to Download this video!

Meu curso na faculdade era frequentado na maioria por mulheres. No primeiro semestre tive que apresentar um trabalho sozinho na frente da turma. Nesse dia saí atrasado e no caminho caiu uma chuva forte, tive que correr e cheguei molhado na sala. Quando chegou minha vez, fui até a frente da turma. Nesse dia sá tinha meninas e quando comecei a apresentar notei que elas olhavam não muito direto pra mim, e cochichavam entre elas. A professora, uma gostosa de uns 28 anos, também me olhava meio diferente, parecia meio excitada. Quando terminei, voltei pro meu lugar e ouvi 2 gostosas falando baixinho: "Acho que ele colocou um cano no lado da perna..." e riam baixinho. Foi aí que notei: sempre ando sem cueca pra não apertar o pau e quando corri pra chegar na aula, ele saiu do lugar. A chuva tinha colado um pouco a calça em mim, parecia que tinha mesmo um cano grosso do lado da minha perna esquerda. Era bem fácil de notar o pau mole, dava pra ver até o contorno da cabeça. Não me importei e quando terminou a aula, e todos tinham ido embora, a professora me chamou: "Jaime, você podia fechar a porta? Queria falar com você." Fechei a porta e fui até ela. A gostosa falou mais ou menos assim: "Gostei do seu trabalho, você se saiu bem. Mas não quero falar sobre isso." Perguntei o que ela queria e ela disse: "Bem você é um dos poucos homens no curso, essa sala sá tem meninas, não acho que o que você fez foi certo." Disse que não entendia o que ela queria dizer e ela falou: "Aqui não é lugar de exibicionismo. Você viu como algumas meninas ficaram..." Então ela deu uma olhada rápida pro pau. Disse que agora eu entendia, mas não tive intenção. Ela continuou: "Você sabe, algumas mulheres tem essa fantasia..." Então perguntei se ela também tinha essa fantasia e ela falou: "Não quero falar isso com você, aqui não é o lugar, mas confesso que sim..." Então ela deu outra olhada pro pau, mais demorada dessa vez. Perguntei se ela queria ver pra matar a curiosidade e ela falou: "Espero que isso fique sá entre nás, mas aqui não é o lugar ideal... " Então arrisquei e abri a calça, soltei o pau e deixei bem na frente dela. Ela se assustou um pouco com minha atitude, mas falou: "É grande mesmo e que grosso!" Perguntei se ela queria segurar, ela segurou, foi sentindo o pau e apertando enquanto ele crescia. Depois ela lambeu a cabeça umas vezes, foi punhetando o pau e ela falava coisas como "Nem imaginava que ia ver um desse tamanho." Ela começou a punhetar com mais força e chupava a cabeça do pau cada vez mais rápido, parava e lambia da base até a ponta da cabeça. Ela punhetou, lambeu e esfregou o pau no rosto sem parar. Na hora de gozar, coloquei tudo que coube na boquinha dela e segurei ela com força. Comecei a esguichar a porra com força nela. No começo ela gostou, gemia alto, depois começou a escorrer porra pelo canto da boca. Vi que ela começava a se engasgar, ela não aguentou e me empurrou. Continuei esporrando no rosto dela até acabar. Ela tinha gostado, acho que gozou quando sentiu toda aquela porra. Ela falou: "Quanta porra tinha nesse pauzão! Que banho gostoso!" Ela continuou lambendo e segurando ele, ela queria continuar, mas ouvimos barulho de gente por perto e paramos. Guardei o pau, ela se limpou com um lenço, nos despedimos e fomos embora. E depois em outro dia, a gente acabou o que tinha começado no apartamento dela. Escrevi pras gostosas que gostam de pau grande. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos meu marido me exibiu na feira de carrosContos de coroa sendo chingada e adorandoconto erotico gay perdendo o cabaco para uma milhercontos esposa meteu vibrado enorme no meu cu//spbgau-kf.ru/conto_22196_dei-o-troco-em-fernandohahahahaha.htmlesposa eu precisava disso pornoquero ver buceta do pigele gradechantageada e humilhada pela empregada negracurraram minha namorada contosConto eroctico gay rabudo-contosconto erótico cantada pesada na ruaconto sexo gay Vick vaporubcontos eróticos fetiche padresmamae saia branca conto espanhacontoseroticosdesvirginandocontos porno velhono hotel eu tirei a virgindade da buceta da minha prima conto eróticocontos eroticos gay virei mulher hormôniosconto de faoda em praia de nudismocomeu-me o cu chamou-se de cadela contos eroticosvideo de morena clara casada traindo com um bem dotado acima de 22 cmComeu o pratrao e a patroa conto hertico gayconto erotico as tetonas da mae do meu amigocontos eroticos- supositorio no cu da filhaMeninas virgem estuprads pela zeladorestou ficando louco pela filha de minha mulher incestocontos velho tarado por bucetascontos eroticos jogo de cartas com a cunhada e a sogra juntascontos eroticos guei meu colega de quarto me fes sua femeaCONTOSPORNO.sapecacontos eroticos levei rola com meu marido en casacasa do conto minha filha sentou no meu colo de mini saiaSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto erotico negra a cabou com a buceta na siririca regasou a bucetaconto erótico eu e meu primo renatocontos eroticos.esposa se entregandoSou casada a muito tempo e amo muito mesmo meu marido mais acabei traindo econtos eróticos minha nora cuidando de mimcontos eroticos de irmans cavalomasconto erotico pulando o muro comendo o cu da vizinhacasa dos contos eroticos dei um tapa no rosto filho quarto chamei comer pizzaencochando a novinha rabuda na academia contoscontos eroticos meu primo me comeucontos eróticos estrupada pelo professor de judoconto de marido e esposa e velhomamilo gigante vazando contomeu policial gostoso chupou meus seios e grelinhoiniciando um viadinho contoinocente de mini saia contorelatos eroticos short de lycraacariciando a bucetona da dona sandra minha mãe contosContos de menina riquinha boqueteira contos meu sogro dou o semem dele pra mim engravidadois pinto no meu cuzinho contos eróticoscontos eroticos gay infanciacontos eroticos gay ficticiosconto erotico meu genro comeu meu rabo na marracontos eróticos de bebados e drogados gayscomentário de. mulher que ja a buceta pro donzelocontos eroticos traindo o marido no onibusContos de putas safadascontos eroticos cegoflaguei minha esposa varias veses se masturbanoSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos quis dar pra um travesticomvidando e comendo amiga de sua mãecontos de sexo de mulher cadeirante fudendo a buceta peluda forte cheiro de bucetacontos eróticos vendadaputa entra em desepero ao gozar esegerada menteconto sentei no colo do lekevidio.da meninas do corpiho gostozuconto eróticos comi minha prima mae solteira carentecontos eróticos chupando a buceta da minha tia patríciaconto erotico surpresa na siricadesde pequena pratico zoofiliacontos necessitava de rolavovô lubrifica o pau come o cú da netinhaconto de incesto iniciando os filhos a arte do.incestocontos eroticos comendo minha vovozinha na chantagemdeixei minha filhinha brincar com meu pau coltos home subimisso bebi xixi da rainha meu policial chupou meus seiosconto erotico gay minha bundacontos eroticos senhora do quadril largocontos eroticos marido violentando esposacontos baixinha popozudachupetinha enquanto durmodando padrasto contos eróticosContos.eroticos..de.incesto.no.dia.decasarcontos eroticos deixei minha buceta lisinhafui cuidsr da minha enteada acabei comendo contosamamentar o pedreiro contosbatendo uma punhenta para o marido sem calcinhacontos esperei minha mulher sair e fui chupar minha filhinha pequena no aniversario conto erotico gaycontos eroticos gay ensaboandoContos eroticos gay iniciado pela maeConto travesti deu proa mae do meu amigo contosContos eróticos de lésbicas transando na casa da amiga de muitos anos