Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O GORDO RICO.

Click to Download this video!

Depois de ser brutalmente estuprada, eu peguei ádio dos homens. Então resolvi ficar rica e tirar tudo o que eles tinham. E o primeiro foi o Gustavinho, um garoto rico que eu conheci no chat.rnrnDepois de muitas conversas marcamos de sair uma noite. Naquela primeira noite eu vi que ele tinha um BMW X5, azul escuro, completo. Se não fosse dele, pelo menos era do pai dele. Depois de um papo em que ele sá prestava atenção no meu decote (sou ruivinha, pequena, seios fartos, cintura fina e coxas grossas, com delicados pezinhos), Gustavinho me deu a deixa: era do pai dele a fortuna toda.rnrnComeçamos a "namorar" e em apenas dois dias eu já estava sendo apresentada ao pai dele, um gordo enorme que me devorava com o olhar. Sorri dentro de mim e comecei e fazer meu show, indo na casa do Gustavinho sempre de sandalinha, saia curta ou shortinho, camisetinha ou blusa decotada. O pai dele babava por mim, às vezes perdia a fala.rnrnFoi então que um dia o gordão pediu para o Gustavinho ir até a empresa dos dois ver um documento, e eu disse que esperaria por ele. Até aquele momento eu deixava o Gustavinho louco com lambidas na orelha, passada de mão no pauzinho dele, mas nada de sexo. Sá queria tirar tudo do pai dele, não dele. Assim que o Gustavinho saiu, o gordão veio com um papinho de "que eu era muito linda" e que o "filho dele era sortudo". Sorri maliciosamente pra ele, prometendo tudo o que ele quisesse. rn- Pena que o Gustavinho é magro demais.rn- Como assim?rn- Eu vou cntar algo, seu Marcelo, mas por favor não conte pra ninguém.rn- Tudo bem, menina. O que é?rn- Eu tenho tara por homens gordos.rnO charuto dele caiu da boca. Quando eu mordi o lábio inferior, ele me agarrou com suas mãos gordas pela cintura e me tascou um longo e federorento beijo, que eu correspondi. Empurrei ele contra uma poltrona e abaixei suas calças, de onde pulou seu caralho. Era pequeno, grosso e fedia a mijo. Aquilo me deu um tesão muito grande, fiquei maluquinha. Cuspi no pau dele e comecei a chupá-lo como nunca antes na vida. Ele sá gemia 'ooohhhh.... ohhhhh... gostosinha... ooohhh... que boquinha quente... ooooohhh' e eu engolindo o pau, chupando o saco, punhetando, arranhando a imensa barriga dele. Depois, parei o boquete para subir em cima dele. Nesse dia eu estava de saia, de modo que sá afastei a calcinha preta fio dental de lado e sentei naquele caralhinho grosso. A barriga incomodava, a cabeça nem sequer encostava na minha bucetinha lisinha, mas eu roçava ela mesmo assim e gemia como se ele estivesse me arrombando. Passava os bracinhos em torno do pescoço dele e chupava sua orelha, seu pescoço enorme, sua boca. Ele disse que ia gozar e eu deixei gozar, me esporrou toda.rn- Gostou?rn- Adorei, menina. Você é bem safadinha.rn- A gente pode sair pra ir num motel, se você quiser.rn- Ótimo.rnNos dias e semanas seguintes, saí com ele várias vezes. Num dia, mal chegando ao motel, me esfreguei de costas pra ele e pedi pra ele me foder gostoso, com força. Ele me derrubou na cama e montou em cima de mim. Eu abri bem as pernas na posição de franquinho assado e senti todo aquele peso enorme me esmagar contra a cama. Ele suava enquanto me comia, sempre urrando 'ohhhh.... ohhhh... ohhhhh....', lambia meu rosto e não parava de socar na minha bucetinha. Sentia a barriga flácida dele contra mim, me envolvendo, e eu gemia como se estivesse gostando. Arranhava suas costas, enfiava a língua na orelha dele, ele suava em cima de mim, sempre socando a sua pica na minha bucetinha. Depois ele me pegou de quatro, tentando comer meu cuzinho. Eu dei pra ele, sem dúvidas, sentindo como ele suava nas minhas costas enquanto metia com força e segurava meus seios fartos com uma mão e puxava o cabelo com a outra. No fim, ele gozou na minha bundona redonda e branquinha, enquanto eu nada de gozar (também, como conseguiria? rsrsr).rnrnNo fim de três meses trepando direto com aquele gordo enorme, ele jã tinha me dado apartamento, casa na praia, carro do ano e, quando ele morreu de infarto - acho que estava trepando demais - fiquei ainda com um seguro de vida milionário. Com ele, paguei uma orgia com cinco caras muito gostosos, todos negros, mas esse é outro conto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos a mulher policialcontos erotico d fui dormi so d calçinha com papai me ferreiminha mulher me fez corno e viado ao mesmo tempo eu adoreiMeu conto exotico o marido da minha prima tirou meu cabacinho comtos bdsmrealisando meu sonho de enrabar minha sogra e minha esposa juntas contos eroticostava um tedio danado,resolvi dar a buceta pra ele,incesto contosxvidio encochei minh irmã dentor ônibus cheiocontos eróticos peguei ela se masturbandochupando o professor de portugues enquanto ele dava aula contoconto erotico gay jerirelatos reais eróticos - saciada em casarabinho impinadinho em fio dental da irmadeu a buceta no presidio contoscontos de negão advogado comendo loira clientefilha perde aposta pto pai e fa ptra ele contoskarol linda e putinha contosEu olhava a bucetinha de melina e ficava loucoporno com primas branca de olhos verdes de cabelos ruivos bunda redonda e peito pequeno redondinho / anal/contos eróticos chuva molhadacontos eroticos chupando a pica do meu filhotirando o short da menina etrepandoConto minha mulher cuida do paicontos eróticos gay e coroaconto pegei minha cunhada novinha se mastrubandoconto erótico gay brincandoarregancando a novinha abrindo a perna dela todinha deixando ela com tremedeiracontos mia subria noviacontos eroticos sou coroa viuva e dei minha buceta pra um muleque roludoesculachado por vários machos na frente do marido conto eróticocontos de envagelicas encoxadas e fudidas na frente do maridotiabateno puetacomi a madame na fre.te do marido. experiencias sexuais.Contoseroticosnoivascontos comi uma cabritinhasalto alto conto eroticoconto erotico eu estava tao bebada que nao sei quem me comeu me encheu meu utero de leitecontos eroticos homem casado dando para o primocomeu aputa da crentigarotinha contoscontos esposaschorando com pau gigante no cumeu filho me fodeu com raivaconto paciente dotadoconto engravideiquero ver ofilme porno o pai dando carinho para filha nosofa para foder elaconto do tarado que se fazia de bonzinho para comer as meninascontos erotico gay punheta no cuzinho do netinho pequenoporno mamei tanto o peitinho q inchouconto erótico de gay estupro pedindo caronavidio antigos onde duas mulher chamos alguns homen pra transaren no sulper mercadinho xvidiocontos gay comendo o muleke do orfanatoComtos erotecos de imcesto minha mae sentou no meu coloesposa bate punheta e grita guanta porra ele tem gozando vou engolir tudo cornomulher comendo acolega con qlitores grndeConto erotico minha esposa chega do trabalho com cabelo de pau na boca contos:Gozei nos peitos da mamãemassagem no jogador conto bissexuaisporno doido sumindo um emorme prinquedo na pusetacumendo o cuzinho da causada em xvidios caseirotereza okinawa pornocontos eroticos familia camping nudistaFomos da um passeio eu e meu amigo e comi ele e dei ele pornoeu sou casada e amo zoofiliacontos eróticos i****** ensinei meu filho aleijadocomo escrever contos eroticos sem cadastraEu e meu ex primo viuvo conto eroticoFodi a enteada a cunhada e sobrinha na praia de nudismo contoerooticoContos eróticos sou casada e alguém me comeu no cinemaComo sentir prazer ssozinha ate gozarcontosconto eróticos entre amiguinhas do colégio minha esposa nem desconfia que eu gosto é de rola contos gaycontos eróticos de bebados e drogados gaysdei pro meu genrocontos eróticos chuva molhadauma médica v**** chupando pinguelo da paciente