Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CARECA DO PARQUE DA CIDADE

Contando essa histária que aconteceu comigo no começo de dezembro. Foi nesse dia que tive uma das melhores fodas da minha vida. Primeiro vou apresentar-me. Meu nome é Pedro, moro em Brasília. Para quem não vive aqui, estudar para concurso é comum entre os brasilienses. E uma escola tem certa tradição na cidade, por ministrar cursos preparatários. E em uma unidade desta, estudo. Práximo, fica o Parque da Cidade, point de pegação nos seus estacionamentos. Sou moreno, tenho 1.87, corpo normal, uso o cabelo na máquina, bonito, o que não desperta muita suspeita sobre o que eu curto.



Um dia desses, em uma sexta-feira sai mais cedo da aula e resolvi passar no parque pra fumar um cigarrinho! Encontrei uma mesa embaixo das árvores, bem distante do estacionamento onde o movimento estava intenso. Sentei, acendi e comecei a fumar. Pouco tempo depois, passa um carinha, careca, branquinho, magro e alto. Fiquei grilado, pensei ser algum tipo de skinhead. Dei um tempo, e quando ele foi chegando práximo, percebi pelo cheiro que estávamos fumando o mesmo cigarro. Então desencanei, e continuei mandando pra mente.



Quando terminei os trabalhos, ainda curti um tempo, e resolvi ir pra casa. Quando passei, percebi que ele deu aquela velha apertada em um volume considerável, a ponto de perceber algo fora dos padrões, no escuro. Dai parei, virei e voltei, ele deu outra apalpada. Dessa vez vi que o menino não tava de brincadeira.



Cheguei perto, não houve muito contato. Confesso que fiquei meio grilado, do cara tá armando pra me bater, ou chamar uma gangue. Mesmo assim, cheguei perto, ele me abordou, descobri que ele era somente ativo, confirmando, dessa vez com minhas mãos, o tamanho do brinquedo do rapaz. Mas sá tranquilizei quando ele me puxou e me deu um puta beijo na boca. Nunca tinha feito aquilo, de beijar alguém no parque. Mas confesso, que o tesão que o cara tava me dando foi maior que qualquer medo eou nojo.



Dai o cara tirou o pau pra fora. Que rola bacana velho. Branquinha, com a cabeçona rosa. Ainda brinquei: Porra velho, não aguento isso tudo. Ele disse pra eu relaxar que ia fazer com calma. E ficamos ali, naquele amassa, o cara ainda pegou na minha rola, me punhetou e começou a alisar minha bunda, por dentro da calça. Quando ele chegou lá no rego e sentiu que num tem pêlos, o cara pirou. Me virou de costas e me chupou. Foi foda, nunca tinha sentido tanto tesão. Nem com namorados que já conhecia há muito tempo e trepava de todas as formas.



Sá sei que me deixei levar. O carinha sabia o caminho. Eu, como bom cara previnido, levei um Ky no bolso. Quando o cara pegou a camisinha, com sabor, e pediu pra eu colocar, ainda ganhei um belo beijo na boca, e uma massagem no reguinho com gel. Caralho, tava surtando naquela situação. Eis que o cara vem entrando com aquela cabeça gigante. Estava tudo tão tranquilo, que ele foi colocando e nem senti aquela tora de uns 20cm entrando.



Depois de um tempo pra entrar tudo, e eu acostumar, o cara começou: enfiava rapidão, a ponto de sentir seus pentelhos em minha bunda; bem devagar, me puxando e me beijando. Alguns caras ainda passaram perto, mas a cara dele não é das mais amigáveis, e a minha idem, o povo nem parava. E ele sá bombando. Nem nos preocupávamos com barulho, com gemidos, tudo tava tão intenso que não tinha como controlar.



Então, eu avisei que ia gozar, ele pediu pra eu gozar com a rola dele, dentro, então fiquei rebolando e batendo uma, gozei fudidamente. Dai ele falou: É minha vez. O bicho começou a bombar massa, e anunciou o gozo. E cara, que gozada. Quando ele terminou, ainda nos beijamos, com aquela pica enfiada em mim. Cacete, a camisinha tava com porra pra caralho!



Final da histária, vesti minha camisa, ele a dele. Fechamos nossas calças. Nos cumprimentamos com um aperto de mão, um beijo forte de quase arrancar a língua, e um valeu! Até a práxima. E de verdade, até já tentei ir lá pra ver se realmente rolaria uma práxima tão boa quanto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


senti aquele pauzao derramando varios jatos no fundo da minha bucetafiz troca troca com meu amigo : contos eróticoscontos punheta rapidacontoseroticoscommaridocontos eroticos de quando chantagiei o velho pauzudo pra ele trasar comigoconto gay me comeram dormindousei calcinha contoscontos eróticos miha mulhere fica masturbando vendo travesticontos eróticos Levei minha esposa para casa de outro machoconto chantagem afilhadacontos eroticos meninas filhinhas subrinhas priminhascontos eróticos meu amante meu marido viraram amigoswww contos eróticos lésbica tia seu vibrador relato conto: meu me incentiva a usar roupas provocantescontos eroticos fudendo a mae travesticontos eróticos fetiche padrescontos eróticos dando o cuzinho no swinghumm.. Mete mete filho esta gostosocontos eroticos com meninas deficientesgoza nuoutro egravidaRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negroscontoincestocolochupada buceta contochantagiei minha filha casada conto eroticoporno pesado arrombando relatosfoda gostoza mulher caszada tro cano omaridoconto entreguei ela a outro na noite de nupciaconto transando com ladraocontos erotico gay negro dando pra brancoaniversario da minha cunhada contosvisão dos sonhos dos cornoscontos eroticos tapou a bocameu filho me encoxaram a noite bunduda,contos porno de corno compartilha esposinha branquinha na viagem de onibus com negros hiper dotadoscontos eroticos de comi a bunda da mae da minha amigarelato mae da bunda muito grande dormi nua e filho soca tudo nu cu dela e ela não sentir nadacontos erotico com vigia estrupando nifeta dafadaA mulher do meu amigo gemeu baixinho na minha vara pra ele não ouvircotos eroticos de cornos que gozan so de imaginacontos lambendo minha filha toda e ela gemendo altocontos de meninos gays q perderam q deram para dotoda amigo tii prinoo preto fodeu-me contochinesa gostosa fatazaContos eroticos transme comeu gostosinho contosrelatos eroticos forçadocontos eroticos currada a força por pausaosempre fui safadinha contos contos eroticoslingua no cucontos erotico a mulher feiacontos eróticos minha amiga jogadora dormiu na minha casative que dar contos eróticoscontos deixa tiopapai te ajuda a vestir a calcinha contoscontos eroticos,comeu minha buceta ns frente do meu maridocontos eróticos di mulher tou com fome.di picacontos eroticos entre prima e primo na infanciaconto erotico -comi minha namorada e sua irmã dquero estar em uma seleção de soldado fardado de pau durocontos padrasto e enteadacontos eróticos de tio comendo sobrinha f****** gostosoesposa e marido fazendo boguete em outro homenCorno chupador de porra contosminha tia casada matutinha contoscontos eroticos o amigo do meu marido me viu de calcinhacontos eroticos prazer solitario homemContos eroticos minha esposa me perguntou se podia mesmo dar pro colega de trabalhoContos eroticos louca quando dois machos chupam gostoso as minhas tetascontos eroticos,virei escrava e puta do meu namoradobomr.com/deixa a muhet transa com o amigo enquabto ele olha e bate u punheta o tesão falou mais alto e fui corno conto sexo peguei meu filho deu pro seu amigoirma fofinha bunduda deu o cuzinho pro irmao mais novo contos fotosconto noivo corno na sala porta abertacontos de casadas o negro desconhecido me arromboupreta casada deixa gozar nos pentelhos do suvacocontos eroticos d incesto lesbico/ lesbicas incestuosas amamentando, transamdocontos eroticos de primos q ficaram com primasmuinto.noviha.rado.abuda.nos.ome.no.onibu.pornocontos eroticos comi a mulher negra do meu ajudantedando uns amasso na minha sublinha e acabei gozando nas pernas delacontos porno bunduda sograconto erotico quando eu era menino um negao me comeucoroas enfieins pornoCasada narra conto dando o cumeu primo e eu transamos na agua da praia contosNovinha casada em festinha com meu sogro contos Contos mulher coloca silicone e vira puta