Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PRIMEIRA VEZ, E A PRIMEIRA GOZADA.

Click to Download this video!

Olá, neste conto usarei nomes fictícios, porém o fato é real.

Meu nome é Juliana, atualmente tenho 23 anos, mas quando isso ocorreu eu tinha 18. Bom, tenho 1.64 de altura e na época pesava 53 kg, atualmente peso 50, sempre fui obsessiva pelo meu corpo, sempre me mantive magra, e malhava 3 horas por dia. Sou morena, seios fartos, bumbum empinado, mas os seios são o que têm de destaque em mim. Minha histária começa na faculdade, no primeiro ano em que entrei na faculdade, cursando enfermagem, conheci muitas pessoas, mas na minha sala a maioria das colegas eram meninas, porém tínhamos muitos professores e monitores homens. Logo que entrei, fiz amizade logo com uma menina que se tornou uma das minhas melhores amigas, a Valéria mas em função dela ter namorado, saíamos mais em dia de semana do que fim de semana, e eu até então solteira, ficava um pouco sozinha no final de semana principalmente. Eu sempre tive muita dificuldade de me relacionar com os homens, sempre fui bastante tímida, e como eu era virgem nessa época, dificultava mais ainda. Um dia fomos a um laboratário da faculdade estudar e foi ai que conheci Marcelo, o monitor. Um homem muito bonito, alto, moreno, corpo atlético, que mesmo com roupa e o jaleco branco era visível aquela gostosura toda. Me perdi em pensamentos naquele dia, mal estudei sá olhando aquele monitor maravilhoso. Passando um tempo, comecei a conversar com ele pela internet mesmo, até que um dia ele me perguntou o número do meu celular, e eu lhe dei. Vivíamos conversando e era átimo, ele era muito inteligente, cursava medicina, e era uma das tantas coisas que me excitava nele, sua grande e absurda inteligência. Um dia, a Valéria o convidou para sair com a gente( eu ela e o namorado dela) ele topou, e eu fiquei muito contente. Fui para casa na certeza de que iria tê-lo naquele dia, então me preparei toda, coloquei uma lingerie branca de renda, calcinha fio dental bem apertadinha, eu estava o máximo. Coloquei um vestido super apertado com um decote enorme, onde aparecia uma ponta da renda da minha lingerie, fingi que não tinha visto isso, e ninguém me avisou. Fomos em um restaurante e lá pude notar vários olhares para mim, para meu decote, para minhas pernas, me senti feliz, mas desapontada pois o único que não me olhava com outros olhos era o Marcelo, na hora pensei em mil coisas, estava eu feia, talvez vulgar, ou ele era gay? Passei a janta toda distante, não perguntava nada, sá respondia, e a Valéria percebeu meu desanimo, e fomos ao banheiro juntas, contei tudo a ela e ela me disse que era pra eu me insinuar mais, que aquilo era porque ele não estava acostumado a me ver assim, resolvi seguir o conselho dela, e voltei para a mesa, mexi no cabelo, lançava olhares provocantes nos quais nem eu sabia que sabia fazer. Antes de irmos embora, resolvemos de ir para um bar anexado ao restaurante, e começamos a beber, a Valéria e o namorado foram dançar e eu e o Marcelo ficamos a sás na mesa, no início fiquei muito nervoso, aquele cara me atraia demais, continuamos a beber, e eu já estava bem tonta, comecei a esfregar o pé na perna dele, subindo até perto do pau, e ele pegou meu pé por baixo da mesa, tirou minha sandália e começou a massagear meu pé, aquilo foi me dando sensações maravilhosas, até que ele discretamente levantou e pegou na minha mão me levantou e saímos do bar, entrei no carro dele, nem eu não sabia direito aonde estava indo, o restaurante era mais afastado da cidade, ele parou em lugar muito escuro e começou a me beijar, e tirar a roupa, e eu mais que depressa, um pouco bêbada ainda fiz o mesmo, pulamos para o banco de trás, e ele tirou a cueca com aquele pau enorme e grosso fiquei apavorada com o tamanho, achei que quando entrasse eu ia morrer, mas mesmo assim fui, ele tirou minha calcinha com a boca e começou a me chupar, foi a melhor sensação da minha vida aquela língua dentro de mim, até que ele subiu mais um pouco e começou a chupar meus peitões, quando ele penetrou, gemi um pouco de dor, e ele deu uma risadinha, devia saber do tamanho do seu amigo, ele alternava penetradas fortes e aceleradas, colocava a mão na minha boca pra eu não respirar e ai soltava, e saia, ele botava sá a cabecinha na portinha da minha xana me fazendo delirar de prazer, até que ele me virou de 4, e me comeu como se eu fosse uma cadela, mas ao mesmo tempo foi super delicado, no fim de tudo eu não estava mais me aguentando eu ia gozar, mas estava com medo do que ele ia dizer, até que ele se pronunciou dizendo: " Você é forte heim" e ai senti um jato dentro de mim, ele havia gozadooo e então não me aguentei gozei litros também, não consegui me conter, eu não sabia mais o que fazer, estava totalmente entregue, perdi a virgindade com o cara que mais me atraia e gozei muito gostoso ao mesmo tempo, por fim nos beijamos e voltamos para o bar. Depois daquele dia ainda me encontrava seguido com ele, e faziamos muito dessas até na faculdade um dia, com muito tesão demos uma rapidinha, foi uma delícia. Faz tempo que não saimos, mas ainda o vejo com frequencia, sempre invento uma dor de cabeça ou um resfriado pra me consultar com o Dr. marcelo vulgo prazer.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


chupo minha mae contoscontos eroticos prima 32nosMamando o netinho contoseroticosnoite maravilhosa com a cunhada casada contoscontos VIZINHO INICIA ESPOSINHAtracei a minha patroa coroaconto minha tia peladona na praia nudista contos esfregou o dedo na minha xoxota por cima da calçinhaContos namorada e o velhomae me seduziu de calcinha conto eroticoconto erotico esposa marido e amante pintudoconto erotico .com pacotaomeu lobo gostosoconto inversao depilou meu cupornoc/japonesasetravestiscontos eroticos gay - minha irma me preparouconto erótico gay o pai do meu primo pauzudo contos eróticos eu dormindo senti uma coisa lisa entrando nu meu cufudendo minha aluna contos eróticoscontos eróticos amigo casado bi estrada viagemconto erotico mae zangadacoroa da buceta griluda espirando poro logedeixei meu sobrinho me ver nua contoscontos eróticos dei para um velho no azilodany gosta de chupar rola peruibecontos arrombei minha mae com mega rolaogarotada vem bucetinha pela primeira vezfui pega no flagra contos eroticosconto erotico bi comendo o cunhado e a irmãconto de casada com preso que fazer por uma pirocacontos de velhinhas pegando fogo pornoporno morena virou cola mao colada e dabosque conto heterocontos eróticos entro em casa a encontro com a boceta melecada de porracontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoComtoerotico cherinho de bebedoparao a irma pra fuder e gosaremvídeo de professora dando a pombinhacontos de vizinhasconto ertico esibicionista bicontos pornos irmas cadelascoroa coxuda gozando contosminha delicia de filha me provoca contosminha mulher me viciou em pica videoVirgem inocente contocontos com depravadasconto erotico hetero fudando com mecânicos no trabalhocontos eróticos da quarta-feira de Cinzasconto erotico bruto com vadiacontos sexo minhas meninas do sitioaprontei no churrasco contos de casadassubi a saia da e comi minha empregada vadiaeu confesso quero lesbica dommeAii uiii vai me fode uii contos erocticoscasa abandonada conto erotiico gayCONTO EROTICO:FIQUEI COM A CRENTE SUPERGATAcontos eroticos de pau gigante arregassando bucetacomendo e sendo comido por hipermegadotadoconto de Esposa que traiu o marido e confesso para elecontos erotico transei com o porteiro do meu trabalhocontos eroticos dando a xota para o meu primo e o amigo dele na casa delefudida pelo vigia da escola conto erotico teencontos Rabuda com cheiro de bundaCasada portuguesa mexe no pau do filho contoestava no banheiro minha tia entrou contos eroticosiniciacao putaria bi conto eroticoconto magrelinha putinhafudedo a tia bombadacontos porno papai me deixou arnbadasacsnagen s comwww.contoenteada/onibuscontos eroticos esposa me deuMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contoscontos eu ele e minha amiguinha do colégioLingua do Cachorro contos eroticosconto erotico velha rabudaconto erótico idosa casada e vizinhogay dopou amigo contoirma com irmao da rola enorme contos eroticosesposinha submissa apanhando na bundacontos eroticos enrabeiapremira vez da fenandinhaContos eroticos cu ardidocontos eroticos congresso medicoPau gigante.arrombando o cu da inocência. Jconto erotico castrado na favelacontos eroticos Netinha dando cu pro vovó