Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ADORO IDOSOS

Para quem não me conhece, sou o Fabio, tenho 54 anos, divorciado, branco, bunda gostosa, moro em um sitio no sul de minas junto com meu caseiro, sr.João, um paraibano de 65 anos, muito gostoso e tarado.

Como moramos em um local isolado e tranquilo, nos ultimos tempos o João pediu-me para que qdo lá eu estivesse, somente usasse vestidos curtos, peruca morena com cabelos nas alturas dos ombros, e sempre muito bem depilado. Como gostei da ideia, providenciei a compra de varios vestidos curtos, muitas tanguinhas de varias cores, uma bela peruca e logicamente depilação total, e nos ultimos 3 meses é assim que fico noite e dia. Nossas transas com certeza aumentaram muito, mas o fato que relatarei, ocorreu agora no inicio do mes ( dias 5. 6 e 7 de agosto11 ).

O João no ultimo dia 04 precisou ir para BH, sendo que sá voltaria na segunda-feira dia 8.

Mesmo estando sá, continuei na mesma rotina, ou seja, levantando cedo, vestindo minhas roupinhas feminas e fazendo os afazeres da casa.

Na sexta-feira, dia 5, por volta das 19 hs, ouvi o barulho de carro e fui ver quem chegava, pois dificilmente recebiamos visitas. Tratava-se de um velho amigo do Joao, meu mais recente, e tbem nosso visinho de sitio, sr.Angelin, um senhor de 81 anos, porte fisico pequeno e magro, que apesar da idade apresenta menos, viúvo a muitos anos, e que mora com a filha e genro.

Como já o conheço, resolvi recebe-lo vestido como estava, tirando somente a peruca, pois daria a desculpa que estava experimentando o vestido, pois a pessoa a quem iria doa-lo tinha quase que minha estatura e porte. Mesmo com sua cara de espanto assim o fiz, ele pergunto do João, disse-lhe da viagem e dos dias de ausencia.

Convidei-o para entrar e tomar um café, pedi licença que iria trocar de roupa, no que fui solicitado para que não o fizesse.

Perguntei o porque, e ele com cara de tarado me disse que a roupa caia bem em mim, no que indaguei que não ficava bem um homem vestido de mulher ficar na presença de outro homem, ainda mais que havia lhe explicado o motivo do traje. Ele respondeu-me que entendia, mas que realmente o traje estava bom, e que desculpe a sinceridade, mas com umas pernas lisinhas dessas ficava melhor. Ainda não se contentando, perguntou se eu estava de cuecas, shorts ou sem nada por baixo. Respondi que estava de cuecas, mas o velho não acreditando, pediu para que lhe mostrasse. Já que não havia outro jeito, levantei vestido. dei uma volta para que ele matasse a curiosidade, mostrando-lhe uma bela tanguinha vermelha, enfiada no rego lisinho e arrebitado. Coitado do seu Angelin, ficou babando, sendo que pediu para dar uma passada de mão em minhas coxas e bumbum. Primeiro puxei conversa com ele, de a qto tempo ele não transava com alguem, sendo que descobri que a 9 anos, desde que ficara viuvo. Durante todos esses anos, somente na punheta. Indaguei tbem se ainda tinha ereção, no que respondeu-me, deixe eu passar a mão e mostro.

Disse-lhe que iria atender seu pedido somente para matar minha curiosidade em saber se um homem idoso tinha ou não ereção, mas que isso seria um segredo nosso, o João e nem ninguem deveria ficar sabendo, no que ele concordou.

Como ele estava sentando em uma cadeira da cozinha, cheguei perto, levantei o vestido, virei de costas para ele e deixei-o ficar passando suas mãos em minhas coxas e bumbum. Depois de alguns minutos, virei e puder observar um certo volume dentro de suas calças. Abaixei-me, pedi licença e comecei a desabotar suas calças, pois como haviamos combinado, queria ver se realmente havia ereção.

Com jeito e carinho, abri suas calças, abri tbem a braguilha de sua cueca e pude ver um pau não muito grande ( 19 cm), mas bem grosso, que estava meio duro.

Como estava meio duro, falei-lhe que gostaria de ve-lo completamente duro, e que para isso iria ajuda-lo.

Comecei então uma sessão de punhetas e chupadas, que levou seu Angelin ao delirio, sendo que seu pau realmente ficou completamente duro, o que me deixou tbem bem contente. De vez em quando dava uma olhada para cima e via sua expressão de felicidade.

Depois de algum tempo ele pediu para comer meu cuzinho, mesmo eu estando louco de tesão, fiz um charminho dizendo que aquilo não era certo e que não iria aguentar devido ao tamanho e grossura de seu penis. Ele prontamente prometeu ser delicado e pacensioso, e que com certeza eu aguentaria e iria querer mais.

Disse-lhe que tudo bem, então vamos para a sala que é mais confortavel e espere que vou até o quarto buscar algum tipo de lubrificante. Quando voltei para a sala, o taradinho já estava nú. Passei bastante KY em meu rabinho e tbem em seu belo pau. Fiquei de quatro sobre o sofa, o que altura certinha para ele ficar em pé atraz de mim. Conforme ele havia falado ele cumpriu. Foi aos poucos introduzindo aquele belo cacete em meu rabinho, que o foi agasalhando. Depois de algum tempo com ele totalmente introduzido, como seu Angelin ainda estava imovel, comecei a movimentar minha bunda para a frente e para atraz, sempre apertando com meu cuzinho o seu belo pau, toda vez que o estava retirando.

Com esses movimentos o velinho foi se empolgando e começou tambem a meter com mais vontade. Depois de alguns minutos percebi seu pau ficando mais grosso, suas frageis mão agarrando minha cintura com mais força, no que aproveitei para comprimir ainda mais meu anus, levando-o a encher meu rabinho com muita porra e muitos gemidos.

Que delicia sentir aquele homem, que depois de muitos anos voltou a ter prazer com uma penetração.

Apás seu goso intenso, ele tirou aquele pau grosso de meu cuzinho, sendo que já estava mole. Ficamos deitados no sofa alguns minutos, fiquei passando a mão em seu pau e aproveitei para limpa-lo com minha calcinha.

Coitado do seu Angelin, não sabia o que fazer para me agradecer. Disse-lhe que o melhor agradecimento seria ele me comer outras vezes e que deveriamos aproveitar esses dias que o João não estaria em casa, e que arrumariamos outros dias na parte da tarde, qdo o João costuma dar uma descançada. Ele ficou todo entusiasmado e me disse....não te falei que iria ser carinhoso, que voce aguentaria e iria querer mais, no que lhe respondi que adorei ser enrrabado, que se soubesse como era bom teria acontecido antes, e que com certeza teria sido com ele, que alem de ser gentil, tem um pau muito gostoso.

Naquela tarde ele foi embora, pois iria avisar a familia que iria ficar até na segunda=feira cedo na casa dos amigos jogando truco. Na noite ele voltou, e novamente encontrou-me de vestido, mas dessas vez com a peruca, sendo que lhe disse que já que havia gostado em ver-me de saia, que de agora em diante seria sua mulherzinha por completo. E assim foi durante todo o final de semana, duas trepadas por dia, todas elas com muita porra em meu rabinho e por duas vezes em minha boca, mas o mais gosto os carinhos durante todo o dia e noite. Depois dizem que homens idosos não tem ereção.

Depois dizem que idosos não tem ereção....esse provou e tem provado que ainda tem muita lenha pra queimar.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eróticos teens gays chupando o filhinh da minha amigaevy kethyn istinto ativocontos eróticos gordinhas na ginecologistachupei a rola do meu primo de onze anos :contos eróticosConto erotico bigodecontos pofrnos fa ndo banho na menini nhaa velha e o pedreiro contos eroticoscontos paguei mais comi a putacontos buceta piscaquandp ve volume de picaconto erótico arrombei o fortãocontos erótico comi minha amiga qusndo fui estudarcontoerotico sou madura tenho bunda gigantescagrande pirocas quebando cabaçostravesti arrombou meu marido contovidro porno primo sente atração pelo outro primo homensemtiado brexadoeu meu primo e minha mulher contosconto erotico real esposa foi obrigadaIrmão leva a irma no colo conto eróticocontos eróticos loira sendo f***** por sogrocontos eronticos sou crente mais minha buceta vivi picandocomi egua nova contoConto erotico cavaloconto erotico acampando com a filhaconto de sexo um garoto ficava esperado uma coroa passa na rua eu fico de pica duracoontos eroticosminha esposa fez eu comer sua amigacarnal pornorjcontos erotico daniela fes me da ate o cusinhocontos eroticos a namorada arrependidacontos eroticos dormindowww contos eroticos de incestos como minha mae e minha irmacontos eroticos chifrecontos eróticos de bebados e drogados gaysconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arromboucontos eróticos da viuvinha peludaimcestos minha filha novinha cabacinho quiz fuder compapai vcontos eroticos de enteadaso lekinho putinha da turma conto eroticocontos eroticos prostituta tapasassisti vídeo porno de mulher de chortinho curto depano fino ela dentro de casacoto da espoza do bucetaoa menina e o cachorro de rua contos de zoofiliacontos eroticos sou gordinha casada e boqueteira,www.contopadrinho.comcanto erotico comi meu primofui comida e chingada feito puta pelo meu primoenterrando ate o talo, contos erticoshomens velho gay contoscontos eroticos dei pro meu amigo e pro seu caocontos eróticos gay depilação entre machoscontos deu o cuzinho por um celularPerereca ou buceta de cunhadae bom de maismete na minha vizinha gordinhamamae saia branca conto espanhade verdade o que injetam ou introduzem para aumenta bumbum e seioscontos gays meu cuzinho me chamava de festaConto gay com cantocontos di mulheris que ralaram pela primeira vezcontos eróticos virei cd para usar fio dentalcontos de quen comeu coroas dos seios bicudospai emfia pica filha morrocontos eróticos no carro com meu paiPrimo viajando com a prima no colo conto eróticoContos eroticos pedi pra ser corno na viagem dela de trabalhocontos fudi a afilhada do meu pcontos de como eu gritei quando me foram ao cucomeu aputa da crentibucetinha esposa ccbcontos mae e filha rasgando cu com objetosContos eroticos de mulheres casadas mostrando o pau dos maridos para as amlgadconto meu marido esigio que eu desse ao porteiro