Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ILHEUS TERRA DO SEXO QUENTE

Click to Download this video!

O que vou relatar aconteceu uma semana antes do Natal na cidade de Ilheus-BA. Estava em um evento (mais um dos vários do ano) e iria voltar a Maceiá no Domingo. Chegando no aeroporto o vôo atrasou e depois simplesmente a aeronave da TAM não desceu, deixando todo mundo lá.



A principio fiquei irritadíssimo como todo mundo, mas depois relaxei pois não tinha mais o que fazer. Ao meu lado chegou uma coroa, com seus 42 anos, super bem feita, loiríssima, siliconada, bem turbinada e o melhor: baixinha das pernas grossas.



Prendi a respiração e aquela loira me olha fundo com uns olhos azuis mais brilhantes que conheci, fiquei quieto, pois sabia que era uma executiva com a carinha de chata e que se eu fosse dar aquelas cantadas baratas iria perder a vez.



A Tam nos colocou em um resort para esperar o vôo do outro dia, ou seja, ficamos o domingo inteiro de bobeira. Na saída para pegar um taxi olhei ao lado e ela estava com as bagagens na mesma fila, perguntei se iria para o mesmo hotel e se não gostaria de dividir o taxi comigo. Ela concordou, super simpática e fomos ao hotel.

Fui ao meu apartamento, tomei um mega banho, um bom perfume e fui almoçar, cheguei no restaurante a beira da piscina ela estava tomando um vinho e na hora falou: olá, senta aqui e vamos almoçar...



Claro que não iria recusar um convite desses. Ela é uma portuguesa que mora no Brasil a mais de 20 anos, super culta, mas divorciada pela segunda vez e percebi pelas conversas que os maridos que ela teve não eram legais na cama. Tomamos vinho até as 4 da tarde, almoçamos e sugeri irmos a um bar que chama-se “mar aberto” que tem som ao vivo e é muito animado. Ela já estava alta e disse que sá iríamos se fosse naquela hora, de chinelo e bermuda e topei. No taxi olhei para aqueles olhos e não me contive, tasquei um beijo louco nela e começamos a nos “pegar” no taxi, aqueles beijos que a respiração some, meu pau já pulando da bermuda, ela segurava firme e suspirava.



Chegamos na porta do bar e falei no ouvido dela: Vamos ficar não, vamos para o hotel, quero sentir vc gozando na minha boca. Na hora ela virou e me deu um beijo forte e bateu nas costas do taxista e disse: moço volta para o hotel.

Subimos feito dois adolescentes, tirando as peças de roupas de cada um, suspirando, beijando e jogando as roupas pelo chão.



Joguei aquela loira na cama e fui pra cima dela como um touro, pedi para ela me obedecer e fui beijando forte o pescoço, lambendo, mordendo e ela urrando de prazer, tirei sua calcinha e o que eu encontrei foi uma boceta linda, depiladinha, com um mel descendo e totalmente encharcada, não me contive e comecei a chupar aquela boceta com vontade, o cheiro do sexo me embriagava e não demorou nem 2 minutos essa mulher estava gozando feito uma louca na minha boca, tremia, urrava, me puxava, quase desmaiando de tanto gozar. Pediu para ficar abraçadinha comigo quietinha, pois ela tinha que ter uns minutos para voltar a si.



Eu estava de pau duríssimo, a cabeça vermelha cheia de vida, ficava latejando e percebi que ela estava embriagadinha então peguei sua mão e comecei a massagear meu saquinho. Ela desceu e como uma loba que sabe agradar um homem começou a me chupar deliciosamente, descia, subia, chupava a cabeça, passava a língua, chupava meu saco, falava que queria aquele pau na boceta dela toda, eu estava louco de tesão e disse que se ela não parasse iria gozar em sua boca, ela então foi que chupou mesmo e pedia: quero sua porra na minha cara, goza na cara da sua vadia, da sua puta, me faz de puta pelo menos um dia na vida !!!



Foi ai que percebi que ela queria mesmo era ser tratada como tal, então parei de formalidades, fiquei de pé na cama, coloquei ela de joelhos, batia com o pau na cara dela, puxava seus cabelos com força, mandava ela engolir meu pau e quando fui esporrar mandei ela ficar de boquinha aberta: nossa ... quanta gala na boca dessa gata.



Levei ela no banheiro e tomamos banho juntos, nos beijando, ainda sentia o gosto do meu práprio esperma na boca dela. Falei que não tinha camisinha, pois sá tinha no meu quarto e estávamos no dela, mas como toda mulher solteira é prevenida ela abriu a bolsa e veio colocar no meu pau. Começamos a fuder no banheiro mesmo, ela de costas para mim com as mãos na parede, coisa de louco aquela mulher empinadinha pedindo para eu meter.



Levei ela para cama coloquei ela por cima, foi fatal !!! Ela gozou forte !!! Mas dessa vez não parou, continuamos e coloquei ela de 4. Antes de meter, ela bem empinadinha, com a bocetinha pingando, comecei a chupar ela naquela posição, ela simplesmente enlouqueceu, gritou que ia gozar de novo, ai subi com ela de 4 e meti meu pau guloso todo na bocetinha daquela loira. Ela gozou mais uma vez !!!

Dessa vez não teve jeito, caiu na cama pedindo para eu gozar pois ela não aguentava mais. Comecei a rir e disse que queria gozar dentro da bundinha dela, mas ela não aceitou pois disse que não caberia meu pau no rabinho dela. Insistir, falei que faria com calma, sem pressa, com carinho e ela topou. Antes de meter comecei a chupar aquele cuzinho lindo, rosadinho, cheiroso, e enfiar um dedinho, depois enfiei 2 e sempre tocando na bocetinha dela. Coloquei meu pau na portinha e ela jogou a bunda para trás entrando a cabeçona de uma sá vez, ai escorreguei todo para dentro. Ela segurou meus braços e pediu baixinho: me fode meu gostoso !!! Não aguentei e soquei forte, socava e batia na bunda dela, socava e chamava ela de puta, dizia que seria o amante dela, que ia gozar forte no rabo dela, batia na bunda dela que ficou as marcas das minhas mãos. Gozei !!! Mas gozei forte e urrava no quarto. Tirei a camisinha e joguei no vaso e voltei todo suadinho para beijar aquela portuguesa e adormecer abraçadinho com ela.



Acordamos mais uma vez e fodemos gostoso, embaixo do edredon, um papai e mamãe delicioso de madrugada. Nosso vôo sá era as 19 da manhã da segunda, acordamos tomamos um delicioso café e voltamos para o quarto. Sá fui no meu quarto perto das 19 horas para pegar minha mala e ir com ela ao aeroporto. Fazia tempo que não fodia tanto quase 19 horas seguidas. Ela reside em fortaleza mas viaja tanto quanto eu e hoje nos falamos pouco, apenas trocamos algumas mensagens, mas adoraria repetir a dose.



Se quiser um contato me escrevam, garanto sigilo absoluto e prazer ao extremo: [email protected]



Maceiá - AL

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Peguei meu pai na punheta conto video porno enxergando uma buceta na outra ate gozar e mela todinhafilme pornô mulher gritando ensinando fofocameu sogro me escravizou contos erotiçosconto erotick cdsou crente casada mais sou putacontos eroticos casada e comida por traficantesgotosinha//spbgau-kf.ru/conto_22196_dei-o-troco-em-fernandohahahahaha.htmlpelado amarrado contoscontos eroticos primeira vez no swingcontoerotico pouso alegreconto erotico marido amarrado e eu sendo arrombadacontos eróticos minha filha quem pediuConto gostoso picante paiTennis zelenograd contoIniciando uma virgem contos eroticosrelatos de encoxada develhos no tremArrombei a casada crente contosconto eróticos espiando o meu paia bunda da ju contos eroticoscontoseroticos d sexos de camioneiro comendo travesti na estradaconto meu marido deixou o negao do baralho me comerOq deu a chantagem do sindicoconto transformado travestiestava com febre de vontade de trepar contossexo com madrasta do meu vizinho conto eroritopornodoido gravida e dopada e fodida au dormimpapai da bronca na filinha da boneca depois ela chupa seu paucontos eroticos brincando com a pica doComtos erticos tio comi subrinhomarido assistindo e admirado da sua esposa aguentar a vara tão grande do lado e ela e ele bate p****** de vez em quando o caracontos gays grudei com meu cachorromulher chama homem pra chupar sua b***** dela já foi gozar e alguns amigos queridosConto casada com cornoContos eroticos minha esposa do rabaocontos traição no bailewww.sexo com cunhadss.com.brsou putinha de noiado contoscontos eroticos cdzinha sapatilhacontos esposa no baralhomamei no ppsu do meu filho contosgay conto o menino cuzudinhocontos eroticos esfreguei um bundão gostosocontos de mãe fudendo a filha ninfetaContos eróticos mãe nua no banhominha afilhada linda me provocando contossobiu no cu delacontos eroticos casadas baile formaturavideosIncestochupandoafilhada carente contoconto gay "punheta pro seu macho"contos tio enrraba sobrinhoconto erotico minha mulher sem calcinha tomando injeçãovideo porno cu virgem pau grande grosso aiiiii tira ta doendo sai paraadoro ser fodida com força. conto eroticocortos eroticos curmir minha empregadaconto erotico samuelcontos eróticosprimoscontos comi minha cunhadaregasando avajinamulher se esfregandono travesseiro contodelirando com meus dedinhos contoscontos eroticos sou professora 55 anos tenho um aluno taradinho por meu rabocasas dos contos Eróticos Genros Mais lidosfodas de esposas q gostam de ser curradascontos eroticos sai do colegio com um coroafodi a minha prima no cu e ela me persegueenteada transando com travesti tomando banho depois transa com elerelatos e contos eroticos de loira que faz menege na praiaConto comi a mãe da minha namoradao pai da minha amoginha me comeu contosconto erotico professoracontos de sexo meu pai viuvo anoite primeiro meu encouxandoconto erótico viadinho de calcinha é enrabado na construçãocontos eróticos eposa e amigo