Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EXPLORANDO UM MENINO PELO OUTRO LADO

Click to Download this video!

Olá a todos. Me identificarei como Circe e decidi vir aqui contar como comecei meu hobby de caçar meninos, pois imagino que mais pessoas têm tesão na mesma coisa. O site tem muitos relatos com "lolitas", mas poucos sobre o outro lado.



Sou branca, morena, não tenho corpo de mulherão mas até que tenho minhas curvas. Nunca fui de manter namorado, e minha vida sexual era ocasional... até este dia. Quando aconteceu eu tinha 21 anos e um emprego bobo no balcão de uma papelaria. Era muito comum que a dona saísse e me deixasse sozinha, muitas vezes o dia todo. O movimento era escasso e eu aproveitava para ler revistas de graça (ninguém nunca reclamou).



Num desses dias estava eu lendo sossegadamente uma Superinteressante (que na época ainda tinha textos com um mínimo de inteligência), quando percebi um barulho estranho e repetitivo vindo das estantes de revistas. Eram duas, e do balcão você não consegue ver direito quem está entre elas. Levantei e quando cheguei lá fiquei chocada: um menino mulatinho, sem camisa, havia colocado o pintinho para fora e estava batendo uma sem o menor pudor, a despeito de estar totalmente visível da rua, e com bastante proficiência apesar de aparentar uns sete, oito anos. "O que é isso, menino", eu disse exasperada, e ele retrucou: "Vamos trepar tia". Na hora meu rosto ficou vermelho de raiva. Quem aquele pivetinho pensava que era? Eu falei pra ele erguer o calção e ele: "vamos trepar tia". Nossa, eu fiquei mordida. Falei, ah, é?, e não sei bem como ou por que, mas decidi ensinar aquela criança mal-educada. Peguei ele pela orelha e levei para os fundos, fechando a porta (e deixando a loja aberta sem ninguém mesmo). A verdade é que já naquela hora eu estava perturbada com a situação, embora não fosse admitir pra mim mesma ainda. Aquele menininho praticamente pelado masturbando o pau do tamanho de um dedinho, falando que queria trepar... Eu tinha pensado em deixar ele de castigo, chamar a mãe, mas comecei a ficar com vontade de brincar de algo mais risqué.



Falei pra ele abaixar o calção. Coitado! Ficou todo feliz. Aí disse: "você foi muito malcriado e criança malcriada tem que apanhar na bunda". Ele fez uma cara de choro que eu quase perdi a pose e desatei a rir. O moleque estava se achando e agora não tinha como escapar. Falei "vem cá", firme. Ele veio. Botei ele no meu colo e ele ainda quis ficar de frente, mas o peguei pelos ombros e virei de uma vez. Ergui a mão e dei um tapa. Nossa! Aquela bundinha. Sá naquele momento entendi o quanto estava excitada. A pele dele era lisinha e suada, e a bundinha redondinha como a de uma menina. Dei outro tapa e senti minha xana escorrer. Estava morrendo de tesão. Nunca tinha sentido nada parecido. Fui batendo e a cada tapa eu quase gozava. Não resisti e comecei a demorar a mão, depois de bater ia alisando aquela bundinha até que fiquei sá nisso. Separei as nádegas empinadinhas e bolinei o cuzinho dele com o indicador. Seu pauzinho na hora deu sinal de vida. Eu não aguentei e comecei a me masturbar, enquanto brincava com seu cu. Comecei a falar bobagens: Então você está gostando do castigo, safadinho? Queria me comer e agora tá dando o cu pra tia? Bate punheta pra eu ver... Rebola a bundinha... Você é viadinho, isso sim... Eu pus ele no chão de joelhos, de quatro pra mim, enfiei o dedo sem dá, segurei seus quadris e insinuei um movimento... Ele não falava nada mas começou a rebolar bem bonitinho, enquanto mexia no pintinho... Aquilo me matou de tesão de vez, perdi a conta de quantas vezes gozei com aquela cena maravilhosa, sá de lembrar agora fico totalmente molhada... Até que ele gozou, sá um pouquinho de porra rala e transparente...



Eu não sabia o que fazer então disse pra ele sumir dali senão ia contar pra todo mundo. Depois fiquei super encanada, mas ele nunca contou pra ninguém. E foi assim que descobri meu fetiche. Votem se gostarem, se houver interesse eu conto de como conseguir fazer dois meninos se comerem... Foi a coisa mais bonita que já vi na vida...



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


videornpossConto erotico minha mae coroa virou a minha cadelinha.comconto meu marido levo eu na praia de nudismo so pra ve os negao dotadoestrupei o cú da minha mÃehomem rasga cu de garotinho contoscontos erotico fui pozar na casa da minha irma casada e comi seu cuzinhohumberto de pau durocontos eroticos corno oferecendo namoradaPorno contos avos iniciando ninfetinhas no incesto maes paisContos não consigo deixar de pensar naquele pau enormepaquerei ex nanorada do neu primo é pau?contos eróticos coroas dormio e fudia no ônibusMae nao aquenta todo pau do filho no cu apertadomelhores contos eróticos já assistidoscontos meu corno adorou contosquando uma mupher casada ta so olhando pro o chorte com a loguinha do pitoconto sexo esposa pegando fogocontos eroticos pai filha e genroContos sou alegria dos coroascontos de coroas safadas no cacetaoEla chegou toda arreganhada arebita arebita arebita ela não botou na minha parada arebita arebita arebita Ela chegou toda arreganhadaContos eróticos meu marido é corno Mesmocontos eróticos de virgindadeContos eroticos de mulheris velas com hoesposa mete com vizinho dotado e seu sogro ver e participano pau do maninho contosprimavera kfcontos eroticos esperando o motoboi peladaconto em uma viagem de onibus comeram minha esposaconto erotico as tetonas da mae do meu amigocontos irmâ da esposaSou casada fodida contoarrogante fudedora conto eroContos me comeram e meu marido nao sabetava me masturbando e meu namorado chego e me chupoucontos eroticos tive que dar pro homem da funerariamarido bebado oferece gordinha a amigos conto eroticocasa dos contos marido pede para esposa por uma sainha bem curta e.provocacontos eroticos exibicionismo só uso fio dentalconto xota cu irmãzinhacontos erotucos comi umad meninas que morava na fazendacontos eróticos verídico com mulheres na punheta no maridoviado dando o rabo desfasandoconto erotico deixej botar o dedocontos eroticos cheirando a calcinha mijada da erma gordinhacomtos eroticos o velho tarado do elevadordeixei meu sobrinho me ver nua contosContos eroticos O dotado me comeu debaixo d'água ainda novinha na praiaconti gay minha tia me fagrou de calcinhaContos eróticos fiquei desemprego e o nosso velho vizinho rico comprou minha mulher 3foda interracial dezenho foda com a sinhamulhe dane a buseta a primeira vezporno costos eroticos insesto leitinho quenteSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contosexo-gostoso-numa-ilha-paradisiaca..comcontoseróticossobrinha menininhacontos comendo o cuzinho da fazendeiraamigao raspando a os pelos da buceta da minha mulher conto e videocontos de coroa com novinhox vídeos eróticos tranzandocom minhafilhacasada desfilado de calcinha contos eroticoconto erotico buceta aberta greluda novinha 19 anos dopadabia cadela contoscontos de coroa com novinhocontos chupando rolas ate gioza gaycontos eroticos tia suruba com sobrinhoscontos.virei travesti pela drogaquando eles lhes lambem lambam a bucetaconto eróticos minha madrinha de infânciaComtos mae fodida pelo filho e sobrinhoenteada novinha de saia quando chegou na padaria e volteiporno gay peguei meu amigo batento punheta e me juntei a eledei minha buceta pro traficanteSentando no colo contoscontos eróticos nerdscomo e o nome dos beisinhos da bucetacontoseroticos obrigaram minha esposa a usar drogascontos eróticos para ler a sograminha professora me deu carona e pegou mo meu caceteconto de iniciação transex quando tudo começa.o dia que enrabei tia edna contocontos de crossdresser me seduziucantos eroticos so casado mais o negao arrombou meu cufotos derabudas na academia roupa brancacontos eróticos gay comendo o cu do garoto oferecido//spbgau-kf.ru/conto_6354_o-1-encontro.htmlcomi egua nova contocontos eroticos minha mae lavou minha xanacontos de menininhas sentando no colo de homenscontos eroticos madasdra 2mulher acocorado mostrando xibiu cabeludocontos de esposas roludo xavecandomoleque bundudo ama dar o cuzinho escondido no mato para o velho taradoeu confesso flagrei minhaconto erótico eu e meu primo renato