Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO TUDO COMEÇOU

Click to Download this video!

Ola, meu nome é Letícia, tenho 28 anos, sou morena clara, 1.68m, cabelos longos e negros, seios médios e empinadinhos, meu marido tem 32, também é moreno claro, 1.82m. Somos casados a 19 anos, temos uma filha linda de 4 anos, em fim somos uma família normal de classe média que leva sua vidinha como muitas outras.

Faz uns 2 anos que eu e meu marido somos leitores dos contos eráticos deste site. Os mesmos sempre ajudaram a apimentar nossa relação nos proporcionando átimas transas nos imaginando no lugar dos personagens. Os contos que sempre nos proporciona mais tesão são aqueles de casais que vivem suas aventuras, sejam com swing ou ménage, e assim como acontece com muitos outros casais que já publicaram suas aventuras aqui, hoje chegou nossa vez.

Uma noite depois de uma de nossas transas nos imaginando no lugar de um casal de um conto que lemos, meu marido me disse que já a algum tempo estava pensando em nás dois vivermos uma aventura nossa para depois publicar no site e perguntou o que eu achava. Eu disse que também morria de vontade, que também à tempos imaginava isso, mas como faríamos isso? Somos do interior do Paraná, cidade pequena, família tradicional, acredito que vocês saibam bem do que estou falando. O medo de cair na boca do povo é muito grande nestas horas, mas como vocês também devem saber, quanto o tesão bate a cabeça acaba por não funcionar muito bem... rssssss

Resolvemos fazer um anúncio em um site de casais e ver o que acontecia. Meu marido no outro dia chegou em casa com uma sacola com vários conjuntos sensuais e disse que precisávamos tirar umas fotos para nosso anúncio. Eu fiquei muito excitada com a idéia de ter minhas fotos publicadas naqueles trajes e também sem eles. Imaginei vários homens me vendo nua e me desejando, então caprichei o mais que pude nas poses, estava me sentindo muito poderosa e excitada, tanto que tivemos que parar a sessão de fotos porque não estávamos aguentando mais de tesão... Tivemos uma transa maravilhosa, ele falava no meu ouvido que todos iriam ver a mulher gostosa que ele tinha em casa, que com certeza iriam aparecem centenas de homens implorando para me comer e ele iria adorar me ver transar com todos os que eu escolhesse. Isso foi me deixando maluca e tive orgasmos fantásticos ouvindo ele falar todas estas coisas. Ele aproveitou para tirar umas fotos das bocas que eu fazia quando estava gozando e também tirou fotos da minha xaninha toda melada de porra.

Depois corremos para o computador para colocar as fotos no nosso anúncio. No dia seguinte, já começaram a chegar e-mails de todo tipo, de homens, mulheres e casais, uns elogiando as fotos, outros querendo marcar encontro para nos conhecer, meu marido disse que cabia a mim escolher quais iríamos responder, acabei respondendo a todos enviando nosso MSN, pois queria teclar com estas pessoas para ver com qual eu teria mais afinidade. Conforme fui respondendo, foram aparecendo convites no meu MSN e eu fui aceitando a todos. Meu marido sempre ao meu lado acompanhava todos os papos, via as fotos que recebíamos, com alguns abrimos a cam e fizemos sexo virtual até que depois de umas duas semanas teclando já não aguentava mais de tesão por um rapaz chamado Diogo, todas as noites que a gente entrava no MSN ele estava nos esperando, sempre muito educado e encantador me deixava louca com suas provocações e meu marido saia no lucro porque acabava sobrando para ele apagar o fogo que o Diogo me deixava. Diogo é um gato, moreno, corpo malhado, 25 anos, bumbum maravilhoso e um pau que me deixava melada sá de imaginar sentando nele, então disse para meu marido que já tinha escolhido com quem seria nossa primeira aventura, ele disse que eu nem precisava dizer o nome de quem era porque ele já saia..rsssss

Na outra noite, em plena sexta-feira, entramos e como sempre ele estava lá, pedimos o celular dele e ele nos passou, meu marido disse para eu ligar, mas eu estava tão nervosa que disse que não conseguiria e pedi para ele ligar, mas ele disse que não, disse que queria ouvir nossa conversa, que já estava de pau duro sá de imaginar como seria, e estava mesmo. Então eu liguei, e pela primeira vez ouvi a voz dele, ele como sempre foi muito galanteador, me fez 1000 elogios, que estava morrendo de vontade me conhecer, meu marido ouvia a tudo e ao mesmo tempo acariciava todo meu corpo. Disse para o Diogo que a gente havia decidido ir conhecer ele, mas sem compromisso, que era apenas para nos conhecermos, ele disse que era tudo o que ele queria, pois também nunca tinha saído com casal, e nem sabia como iria se sentir na hora assim como nás. Nisso meu marido falou para eu apimentar a conversa, para deixa ele com mais tesão, então eu falei para o Diogo que iria abrir a cam para ele, e iria continuar falando com ele no telefone, eu estava de camisolinha transparente preta e um dos meus seios já estava de fora, quando ele viu a imagem disse que meu marido era mesmo um homem de muita sorte, eu disse que ele também iria ter a oportunidade de experimentar, que seria meu segundo homem, pois sá tinha transado mesmo com meu marido, ele disse que se sentia muito honrado e que nem tinha palavras para agradecer o prazer que nás estávamos proporcionando a ele. Disse também que estava com o pau até doendo de tão duro, e perguntou se eu queria ver, disse que adoraria. Ele se levantou e baixou a calça e me mostrou aquele pau enorme, com a cabeça toda melada, meu marido tirou o dele para fora também e pegando o fone encostou o pau na minha boca e disse para o Diogo que eu iria mostrar para ele como eu iria chupa-lo, então caprichei o quanto pude no boquete, o Diogo do outro lado assistia a tudo e se masturbava. Meu marido estava super excitado, e nem precisei chupar muito para ele gozar forte na minha boca, nisso nosso amigo também gozou do outro lado, meu marido me passou o fone e o Diogo disse que eu era muito boa na chupada, mas queria experimentar pessoalmente, e me perguntou quando seria nosso encontro. Eu perguntei para o meu marido, ele disse: “Você é que sabe meu amor, quando você quiser”. Eu perguntei para o meu marido: “Pode ser amanhã a noite?” Ele riu e disse: “Você já não aguenta mais de vontade dar para ele né meu amor? Pode ser amanhã sim, combine tudo com ele.” Dei um beijo na boca do meu marido e combinei tudo com o Diogo, marquei da gente se encontrar em uma lanchonete em Londrina chamada Pau Brasil, gostamos de ir lá porque sempre tem som ao vivo e da para dançar. Ele topou, disse que por ele tudo bem, sá me pediu para colocar um decote bem generoso porque ele achava meus seios lindo, disse para ele que iria ver o que poderia fazer, e nos despedimos.

Eu e meu marido tivemos uma noite super quente onde transamos quase a noite toda, ele me perguntava o que iria fazer com o nosso amigo no dia seguinte, se iria chupar o pau dele, se iria deixar ele comer a bucetinha que até então tinha sido sá dele, e eu falava que me entregaria totalmente, que iria deixar o Diogo fazer de tudo comigo, que não via a hora de sentir aquele pau enorme me arrombando, ele perguntou se eu iria dar o cuzinho pra ele, e eu disse que eu faria tudo o que o meu amante pedisse, que seria a putinha dele por aquela noite, nisso meu marido meteu forte e gozamos como dois animais no cio e em seguida dormimos pois o dia seria cheio. Me levantei sedo, liguei para minha mãe para ver se ela podia ficar com nossa filha e por sorte ele disse que poderia, então levamos ela lá na casa dela, e pegamos a estrada, chegamos em Londrina no sábado por volta das 12:00, fomos no shopping Catuaí, almoçamos e meu marido disse para eu comprar a roupa que eu iria usar a noite, inclusive a langeri, e claro que fiz a festa né? Qual mulher não gosta de gastar... rsss Entramos em uma loja e pedi para ver uns vestidos, a vendedora veio me mostrar uns vestidos de senhora, acho que porque meu marido estava junto, mas eu disse que queria algo mais leve, porque a gente ia para praia, então ela me mostrou uns mais decotados e curtos. Meu marido sá olhava sem dar palpite, peguei uns 19 que gostei e fui para a cabine, e sempre que colocava um chamava ele para ser o que ele tinha achado, ele dava sua opinião e eu trocava, até que coloquei um preto de alcinha super-decotado e curto, o decote ia até quase no umbigo, as costas toda de fora, e tinha um biquíni para pôr por baixo, porque senão os seios ficariam todos de fora se eu me inclinasse, quando ele viu eu com este, já falou: “Adorei este.” Eu disse que era muito decotado, que ficaria meio vulgar, então ele disse: “Mas hoje você vai ser a putinha de nosso amigo, então não faz mal ser meio vulgar... rsss.” Compramos o vestido e entramos em uma loja de langeri, nesta sá comprei uma minúscula calcinha fio dental preta, a parte de trás era sá um fio com strás, e a parte da frente toda transparente, ele adorou. Depois fomos para um hotel e dormimos das 16:00 até as 21:00, aí acordamos e fomos nos preparar, tomamos banho juntos, demos uns amassos gostosos mas paramos por aí, afinal hoje eu seria do Diogo, aí fomos nos vestir, coloquei a calcinha, a parte de cima do biquíni que veio com o vestido, o vestido e uma sandália de salto, meu marido quando me viu pronta, me abraçou por atrás e disse que estava linda, que estava sentindo um misto de tesão e de ciúmes por entregar a mulher linda dele nos braços de outro, eu disse que se ele quisesse desistir a gente cancelava tudo, mas ele disse que não, que não iria voltar a trás, a não ser que eu quisesse, e perguntou se eu queria, pensei um pouco e disse: “Vamos conhecer ele e ver o que acontece..rsss.” Ele disse: “Eu sabia que iria dizer isso”, e deu uma risada..rss. Ligamos para o Diogo dizendo que já estávamos saindo, e ele disse que já estava lá na lanchonete nos esperando ansioso. Chegamos e o local estava cheio, ele tinha pego uma mesa de canto bem discreta, nos cumprimentamos, pedimos uma bebida, e ficamos falando banalidades, como o tempo, futebol, etc.. todos muito nervosos... Ai ele me fez um elogio dizendo que eu estava realmente linda, que o vestido que eu escolhi era maravilhoso, meu marido disse que eu tinha comprado ele hoje no shopping especialmente para esta noite, ele disse que nem sabia o que dizer, e ficou todo sem graça. Eu disse que como havia prometido fiz o que pude para agradá-lo, perguntei se havia gostado do decote, ele disse que nem nos melhores sonhos poderia imaginar uma mulher tão linda comprar um vestido como aquele para sair com ele, e me prometeu que iria fazer de tudo para fazer esta noite inesquecível para nás. Depois disso o papo foi esquentando, nossa mesa era pequena, quadrada para quatro pessoas, e eu estava sentada no meio dos dois, meu marido começou a passar as mãos nas minhas coxas, e meu vestido que já era curto, foi subindo, até que já aparecia um pedaço da minha calcinha, o Diogo já havia percebido este carinho e não tirava os olhos das minhas pernas. Nisso meu marido perguntou se ele estava gostando das minhas pernas, ele disse que sim, então meu marido disse que discretamente era para ele passar as mãos também, coisa que ele fez na mesma hora. Meu marido tirou a mão, e o Diogo colocou a dele discretamente e foi me acariciando, eu fiquei toda arrepiada. Coloquei minha mão sobre a dele e a puxei de encontro a minha xaninha que estava totalmente melada, ele sentiu, pois meu mel já estava passando pelo fino tecido da minha calcinha, ele me olhou com aquele sorriso lindo, e disse: “Hoje eu te quero inteira para mim, você vai deixar?” Ou olhei para o meu marido, ele disse: “Responde querida.” Então eu disse: “Hoje eu quero ser toda sua, vou ser a sua putinha por esta noite. Pode fazer tudo o que quiser comigo Diogo.” Ele me pediu: “Então vai ao banheiro e tira esta calcinha e este biquíni que esta por baixo do vestido.” Meu marido disse: “Ótima idéia Diogo.” Eu fiquei vermelha, e ele me lembrou que eu havia dito que faria tudo que ele quisesse. Eu me levantei, peguei a minha bolsa e fui no banheiro, tirei a parte de cima do biquíni e coloquei na bolsa, os bicos dos meus seios que estava duros ficaram furando o tecido do vestido, a calcinha eu tirei e como era pequena a enrolei na mão, chagando na mesa, passei por trás do Diogo e enfiei minha calcinha no bolso de sua camisa, e falei no ouvido dele: Â“É sua de recordação.” Mal me sentei, ele colocou a mão nas minhas pernas e foi subindo até tocar minha xaninha agora nua, ele se aproximou no meu ouvido e disse: “Me deixa ver seus seios?”. Eu totalmente transtornada de tesão dei uma encolhida nos ombros fazendo o tecido do vestido ficar encolhido, e ele pode ver os picos por entre o decote, nisso ele colocou um braço por trás da minha cadeira, e o outro braço colocou sobre a mesa na minha frente e me perguntou: “Vocês conhecem alguém que esta aqui nesta lanchonete hoje?” Eu e meu marido demos uma olhada, e não vimos ninguém conhecido, ele disse: “Então agora você vai fazer de conta que é a minha namorada, e seu marido é nosso amigo”. Mais uma vez olhei para o meu marido, e ele faz sinal que sim. Diogo chegou sua cadeia práxima a minha e nos beijamos, nossa, indescritível o meu nível de tesão neste momento, finalmente estava beijando aquele gato com o qual sonhei por tanto tempo, o seu braço que estava sobre a mesa começou a roçar meus seios até que discretamente sua mão entrou pelo decote e os tocou, eu coloquei minha mão por baixo da mesa e segurei o seu pau que estava duro como pedra, apertei forte minhas coxas e confesso que tive um orgasmo delicioso, tremi toda. Ele foi até minha orelha e disse: “Nossa gata, você é demais mesmo”. Se virou para o meu marido e disse: “Você percebeu que ela gozou?” Meu marido respondeu: “Sim, melhor a gente ir para um motel não acha querida?” Eu apenas balancei a cabeça dizendo que sim, ainda estava meio mole. Pagamos a conta e ele veio com a gente no nosso carro, e rumamos direto para o motel, eu fui com ele no banco de trás no maior amasso, meu marido ouvia nossos gemidos e acompanhava o que dava pelo retrovisor, enquanto isso ele tirava meu vestido e me deixava completamente nua dentro do carro. Quando o carro parava nos sinais e ficava morrendo de medo de alguém ver ou aparecer polícia. Quando estávamos chegando no motel, coloquei o vestido e pulei para o banco da frente e ele se escondeu atrás, pedimos uma suíte com piscina, hidro e tudo que tínhamos direito. Entramos, estacionamos o carro, e mal entramos na suíte ele já me atacou novamente, me abraçou por trás, segurou a barra da saia do vestido e tirou meu vestido pela cabeça, como já estava sem nada por baixo fiquei completamente nua, ele entregou meu vestido para o meu marido e falou: “Parabéns, ela é realmente linda.” Eu comecei a desabotoar a camisa dele, tirei a camisa, depois a calça ficando apenas a cueca. Estava um volume maravilhoso por baixo, então me ajoelhei e abaixei ela, nisso saltou aquele pau lindo que já tinha visto tantas vezes por fotos e pela web cam. Ele estava duro na minha frente, com a cabeça toda melada, eu o segurei com as duas mãos, fiz movimentos como se o estivesse masturbando, nisso olhei para o meu marido e ele já estava pelado também, com a câmera nas mãos nos olhando e se masturbando. Fiquei olhando nos olhos do meu marido, fui me aproximando daquele pau, passei ele no meu rosto, nos meus seios, sempre olhando nos olhos dele, e depois olhei para o Diogo e fui encostando minha boca naquele pau, até colocar toda a cabeça dentro dela, aquele líquido transparente estava com um sabor maravilhoso, e eu comecei a chupar bem suavemente, colocando e tirando a cabeça de dentro da boca, passando a língua de cima a baixo, até chegar no saco, depois subia, meu marido chegou mais perto e eu segurei o pau dele e comecei a revezar a chupada, ora chupava um, ora o outro, tentei colocar os dois dentro da boca, mas não cabia, então o Diogo me pegou no colo, me levou até a cama, me deitou de costas, e se deitou por cima de mim, começou a beijar minha boca e ao mesmo tempo a roçar aquele pau na entrada da minha bucetinha melada, ele lambia minhas orelhas, pescoço e voltava a me beijar, depois chupou meus seios delicadamente, desceu a língua até o umbigo, ficou um pouco brincando com ele e começou a descer, quando achei que ele tinha chegado onde eu queria, ele passou direto e foi lambendo minhas pernas, beijou meus pés, depois me virou de bruços e subiu novamente passando a língua dos meus pés até a bunda onde parou, a beijou e acariciou por um bom tempo, eu sá gemia tentando controlar aquele tesão. Depois ele subiu novamente beijando minhas costas, roçou a barba por fazer na minha nuca me deixando toda arrepiada e novamente me virou de frente para ele e me beijou como um louco. Eu estava totalmente entregue aquele homem maravilhoso, sá conseguia gemer e retribuir o beijo. Aí ele parou, afastou sua boca da minha, olhou nos meu olhos e desceu direto para minha virilha, beijou bastante a região dos pelinhos, e abrindo minhas pernas mergulhou aquela língua direto no meu clitáris me fazendo ter outro orgasmo fantástico, eu tentei afastar a língua dele nesta hora, mas ele me segurou firme e continuou a chupar meu clitáris com força fazendo com que eu não parece de gozar, eu jogava minha cabeça para os lados, gritava e gozava novamente, nunca tinha acontecido isso comigo de ter um orgasmo tão longo como aquele. Quando ele parou, eu abri os olhos e vi meu marido, dei uma piscadinha para ele e joguei um beijo, ele estava com a câmera na mão fotografando tudo, disse que eu estava linda com aquela cara de tesão. Eu disse: “Nossa amor, ele chupa muito bem, que delicia de homem.” Meu marido sorriu e disse: “Aproveita ao máximo meu amor. Realize todas as suas fantasias.” Nisso Diogo se levantou e trouxe uma camisinha e pediu para eu colocar nele, meu marido chegou perto para fotografar cada detalhe. Eu abri a camisinha e a coloquei na boca, e fui me aproximando do pau dele, e fui colocando até onde conseguiu com a boca, depois terminei o serviço com as mãos. Ele se deitou na cama com o pau duro para cima, eu me deitei sobre o peito dele e o beijei, o pau dele estava entre minhas coxas esfregando na xaninha, quis brincar um pouco com ele também, posicionava o mau na entradinha e quando ele achava que eu ia por ele para dentro deu parava, ele foi ficando maluquinho, aí comecei a brincar de passar os bicos dos seios perto da boca dele, esfregava devagarzinho e quando ele ia abocanhar eu tirava, ficamos brincando um bom tempo, e nos beijando, até que eu já não aguentava mais também de tesão, aí levantei o tronco e com uma mão eu direcionei aquela cabeça para a entrada da xaninha e fui sentando bem devagar, sá via os flashes da câmera do meu marido fotografando tudo lá de trás. Fui descendo sem dificuldades devido ao fato de estar super molhada, até que senti os seus pelos pubianos se encostarem aos meus, olhei para o meu marido e perguntei: “Entrou tudo amor?” Ele disse: “Tudinho querida, mostra para ele como você cavalga bem.” Então comecei a me movimentar bem devagar, tirava ele quase todo e depois colocava tudo novamente, ele segurava meus dois seios bem firmes e os apertava, aquilo foi me dando um fogo, e eu fui acelerando, acelerando até perder totalmente o controle, gritava como uma putinha, ele também se movimentava violentamente me socando com toda força, e não demorou muito nás dois gozamos, eu caí sobre os peitos dele e ele ficou acariciando meus cabelos. Meu marido nos convidou para a piscina e fomos, entramos na água e meu marido trouxe taças, vinho, camisinhas e entrou também, ele me abraçou e perguntou se eu tinha gostado, disse que tinha adorado, e o agradeci por ter realizado minha fantasia, ele disse, que a fantasia era dele também, e nos beijamos, nisso Diogo que estava enchendo as taças veio e me abraçou por trás beijando minha nuca, estava uma delícia ser o recheio daquele sanduíche, logo comecei a sentir aqueles dois paus me cutucando por baixo dÂ’agua. Meu marido me virou de frente para o Diogo e por trás colocou o seu pau na minha xaninha, Diogo percebeu e nos puxou para a beira da piscina, ele se sentou na borda e pediu para eu o chupar, nossa, que delicia foi chupar aquele pau enquanto meu marido me comia. O pau dele foi crescendo na minha boca, ficando duro novamente, ao mesmo tempo meu marido metia com gosto atrás e eu acelerava minhas chupadas, fui sentindo aquele pau pulsar e vi que logo aquele canhão iria explodir, comecei a massagear as bolas dele com uma mão e com a outra eu o masturbava e chupava ao mesmo tempo, ele disse que iria gozar, meu marido acelerou mais, eu gritei que estava gozando e quase ao mesmo tempo recebi uma carga de leitinho na boca e outra na xaninha o que me levou ao paraíso.

Como estava muito calor ficamos na piscina relaxando por uns 30 minutos tomando um vinho e batendo papo os três pelados, aí os dois começaram a querem a me ensinar a boiar, aí um segura aqui, o outro segura ali, um dedo entrou vocês sabem onde, o clima foi esquentando novamente e fomos novamente os três para a cama.. rsss

Chegando lá o Diogo veio nos perguntar se nás não queríamos experimentar uma dupla penetração DP. Disse que era uma fantasia dele, que ele sempre via nas fotos dos casais, meu marido disse que ele também tinha esta fantasia e disse que sá dependeria de eu querer. Eu falei: “Por mim tudo bem, mas quem vai por aonde? Os pois tem paus grossos.” Meu marido disse: “Se você concordar, como o Diogo é visita ele pode escolher onde quer por primeiro.” Eu falei: “Tudo bem meninos, mas vão devagar com isso em?” Na verdade eu também morria de vontade experimentar, mas tinha que fazer um charminho né? A final sou uma mulher direita..rsss

Bom, claro que o Diogo quis comer meu cuzinho primeiro, então meu marido se deitou de costas com o pau para cima, eu me posicionei por cima dele e sentei o engolindo por inteiro. O Diogo pegou o KY passou no meu cuzinho e enfiou um dedo, lubrificou bem, depois colocou outro dedo e eu soltei um gemido. Meu marido falou: “Nossa amor, que tesão, você esta melhor que a encomenda...” Eu respondi: “Sá falta isso para eu ser uma verdadeira putinha não é mesmo? Porque ele já me chupou, já gozou na minha boca, na minha xaninha, sá falta comer meu cuzinho para completar né meu amor?” Ele respordeu: “Isto mesmo querida, vai Diogo, me ajuda a fazer dela uma verdadeira putinha.” Digo respondeu: “Será um imenso prazer amigo, vou por tudo neste cuzinho.” Dito isso ele tirou os dedos, e se posicionou atrás de mim, encostou a cabeça do pau no meu cuzinho e foi forçando, mas senti dor e pedi para parar, então meu marido disse que iria tirar o dele de dentro de mim para facilitar e colocaria depois, então tirou o dele da minha xaninha e o Diogo foi forçando novamente e foi entrando devagar. Ele parava um pouco quando eu pedia e depois ia entrando novamente, depois que entrou tudo ai eu peguei e coloquei o do meu marido na minha xaninha. Os dois ficaram parados e eu comecei a me movimentar bem lentamente, ia para frente, tirando até a metade e depois empurrava a bunda para trás até os dois entrarem totalmente novamente, até que fui me acostumando e pedi para o Diogo fazer o movimento. Ele foi também bem devagar no começo, chegava a tirar ele todo, e depois colocava novamente, meu marido passou a nossa cam para ele e pediu para ele tirar uma foto do meu cú tudo abertinho, ele tirou várias foto, colocava o pau depois tirava e batia a foto. Depois ele colocou mais lubrificante e começou a acelerar nas estocadas, meu marido também se mexia gostoso, foi me dando aquele tesão novamente. Eu dizia: “Nossa, agora sou uma puta mesmo, com estes dois paus dentro de mim, que delícia, nem sei qual esta mais gostoso.” Aí comecei a gritar alto e a rebolar, fui perdendo o controle, gritava: “Vai seus putos, fodem esta puta de vocês. Ta vendo amor, agora sua mulher é uma puta de verdade, e você é o mais novo corninho da cidade. Vai Diogo, soca forte neste rabo que agora é seu também.” E eles retribuíam socando cada vez mais fortes. Quando o Diogo anunciou que iria gozar o meu marido disse: “Tira então para nás dois gozarmos na boca dessa puta.” Então eu me ajoelhei na cama e cada um ficou de um lado se masturbando. Meu marido gozou primeiro dentro da minha boca e depois o Diogo também jorrou dentro dela, escorrendo porra pelos meus seios, cabelo, por tudo, depois me levantei e dei um beijo em cada um dos dois em agradecimento pela noite maravilhosa...

Depois desta tivemos mais 3 experiências maravilhosas que iremos relatar em breve, uma delas foi novamente com o Diogo que acabou virando nosso amigo, a outra foi com uma linda loira que conhecemos através do nosso anúncio, e o terceiro foi com um outro gato delicioso.

Nosso e-mail para contato é [email protected] os intereçados entrem contato enviando fotos e proposta. Se quiserem contato com o gato Diogo o e-mail dele é [email protected]

Beijos queridos, espero que vocês tenham uma átima transa agora, assim como a gente aqui faz depois de ler o conto de vocês, e agora que descobrimos que escrever nossas aventuras é tão bom quanto as realizar, esperem muitos outros. Até mais que meu marido esta me esperando de pau duro.. rsss

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto de neto dopa avo e come a buceta delaesposo liberando a esposa para viajar contopoeno cenas namoado apwrtando mordendo e chupando teta da namorada pra formar bicocontos minha irmã minha putacomo minha esposa aguentou 23cm no raboGoiânia conto vigia da obra gay cuContos eróticos heterossexualjemro comvemceu a sogra e comeu sua bucétaconto erótico eu de calcinha shortinho e peruca e fui chantageadocontos de mãe fudendo a filha ninfetacontos eroticos marido violentando esposacomi ela na pia da cozinha/contocontos eróticos mudou o rumo da nossa vidarelatos de um negao roludo me desvirginoutia vigiado a sobrinha no banheiro pornodoidoconto erotico sogro ahh uhh mete meteMinha esposa so goza fantasiando outras rolas conto veridicoboa f*** travesti orgiaminha esposa ela casou comigo virgem da sua buceta e virgem do seu cu eu e ela na nossa noite de núpcias eu tirei a virgindade da buceta e a virgindade do cu dela conto eróticoCONTOS EROTICOS DE SENHORAS FUDENDO COM GAROTOScontos eróticos doeu mas gozeiXVídeos levei um susto quando estava caminhando mas depois eu adoreiEstuprei minha amiga dopada conto erotico contoesposanuacontos me arrombaramme sufoca com sua vargina ,buceta e cu muito gostososCuzinho gostoso contosSou casada fodida contocomendo na.chantagem contosconto erotico comvidando visinha pra fudercontos gay afeminadoscontos escola sexotrepando com nosso cachorrinhocontosbumbum arribitado na rolasexo que jamais imaginei contossai do nordeste e virei puta pra dar o troco no meu maridocontos eróticos dormindo no chão e minha esposa com o meu amigo na camaconto pm metedoreu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoMeu primo volume grosso enorme novinho contogotosa pede procara goza dentodelacontos eróticos mamãe mim deu de bandeija para seu namoradoo importante e gozar e ser feliz conto eróticodei pro japones contoconto programa de putaContos eroticos pega a força por pmContos casal pelado na praiaConto com a namorada do irmaocontos erotico estupro maeconto esposa caralhudoporno pesado arrombando relatospassando lápis na bucetacontos eroticos a camareira do hotel me encontrou de pau duro no quartosou casada mas sou fissurada em pauminha sogra submissa contoContos eroticos fudendo a passageiraconto erotico pai come nora e o filha vegozoucomconto erotico meu marido crossdresserminha mulher alargou meu cu contomeu sogro me escravizou contos erotiçosconto chupando a coroacontos eroticos com menina de 07anos na praiaa velha e o pedreiro contos eroticosconvidando o amigo hetero para assistir um filme porno e ele me comeu conto gaycontos de zoofilia coloquei meu cachorro pra comer meu marido e ele gostouvoyeur de esposa conto eroticocontos erotico dei o cuela me contou que estava com a buceta toda assada de tanto fuder com eleminhas duas prima foi dormi em casa cime fou a duasbrincadeiras com irmã-contoscontos eroticos sogra mijonaconto erótico meu sobrinhodominado corno dedos no cu contorelatos de um negao roludo me desvirginou