Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ORGIAS E INCESTOS NO INTERIOR - PARTE 4

Click to Download this video!

Orgias e Incesto No Interior – Parte 4





Num outro dia meu tio saiu com minha sobrinha, e foram resolver alguns problemas na escola que ela estuda, em uma cidade perto de onde moravam. Ela cursava a faculdade naquela cidade.

Eu fiquei com minha esposa, sobrinho e minha tia.



Disse a minha mulher que fosse chupar frutas com meu sobrinho e demorasse por lá, metendo bastante com meu sobrinho, enquanto eu ficava ajudando minha tia, no serviço mais pesado.

Assim eu disse pra minha tia que iria ajuda-la no serviço pesado.

Ao abaixar para pegar algo muito pesado eu falei -Deixa tia, que eu pego. E abaixei-me para pegar e consegui ver as pernas, as coxas de minha tia. Disse a ela – Tia a senhora está muito enxuta! Ao que ela respondeu: -Enxuta? O que é isso? Eu dise: A senhora é muito bonita, tem um corpo maravilhoso e umas pernas muito bonitas, como acabei de ver. Ela falou: -Viu minha pernas, sobrinho safado?

Eu repeti que sim e continuei a elogia-la e perguntando como era a vida dela com o meu tio, na cama.

Ela me respondeu que não era grande coisa, pois ele fazia ela passar muita vontade, porque sá queria pegar as meninas novinhas, que ela ficou sabendo, dando uma bronca nele e a partir daí ele sá a procurava na cama para satisfazer os desejos dele, deixando ela louca de vontade, e ele virava e dormia. Perguntei: Mas, a senhora não procurou outro homem para satisfaze-la? Ela disse que não, porque a cidade era muito pequena e logo ela ficaria na boca do povo.



Eu falei: - No que for possível, estou aqui para ajuda-la a sentir um pouco de prazer. Ela ficou vermelha e me disse: -Sobrinho, você está louco, é? Querer transar comigo, que sou sua tia? Eu respondi que não havia nada de mais, pois eu mesmo conhecia muitos rapazes que transavam com sua tias, e não tinham medo e nem vergonha de nada. Ela ficou pensativa e me perguntou: -Como faríamos isso, com sua mulher em casa, junto comigo? Ao que eu respondi: -Minha mulher não vai ficar sabendo de nada e ela está se divertindo aqui, chupando frutas no fundo da chácara e que daria muito tempo de eu realizar as fantazias de minha tia. Ela pensou e me disse que esperasse um pouco que ela iria tomar um banho. Fiquei esperando e dali a pouco ela saiu enrolada numa toalha e me disse que a acompanhasse. Fomos direto ao seu quarto onde ela jogou a toalha longe ficando inteiramente pelada e pergntou: Você acha esta velha tia enxuta? Eu disse que ela não era velha, pois sá tinha 39 anos e um corpo maravilhoso, que despertava vontade em muitos homens, se ela se vestisse com roupas menores do que aquela que ela usava em casa e também era igual, quando saia. Ela falou: -Vou seguir seu conselho. Quem sabe seu tio tenha mais vontade em mim e que eu possa deixar outros homens com vontade de querer meter comigo, assim eu colocaria chifre no seu tio, como ele me colocou. E agora o que você vai fazer comigo, pois estou com uma tesão enorme, depois de tudo que você me falou? Fui chegando perto dela abracei-a com muito carinho, dei-lhe uma beijo na boca e começei a chupar seu pescoço, seios, até chegar na bucetinha, onde chupei gostoso aquela buceta pouco usada pelo meu tio. Ela não aguentava de tanta tesão que estava e se contorcia, pedindo que colocasse logo na buceta dela, pois era na buceta que ela estava precisando de um bom e gostoso pinto, bem duro e que a fizesse gozar muito. Deitei-a na cama, chupei mais um pouco sua bucetinha, e depois tirei a roupa e pedi a ela que chupase meu pau; Ela falou: Faz tanto tempo que não chupo um pau, que talvez nem chupe direito. Mas ela sabia e muito bem a chupar um pau e me deixou louco que esporrei em sua boca. Ela ficou assustada e eu disse engula, que é gostoso e é bom pra pele. Ela engoliu tudinho e abriu as pernas e me pediu que puzese o pinto na buceta dela, pois a tesão aumentou. Aos poucos fui colocando meu pau na sua buceta, pra ela ir sentindo o gostinho, e ela gritou: -Enfia tudo, que não aguento mais. Depois de alguas bombadas senti que ela estava gozando, e gozava muito, pedindo para continuar, que eu não parasse, pois já estava vindo outro gozo. Ela gozou umas cinco vezes no meu pau e ainda queria mais. Eu dise: - Que tal colocar no cuzinho? Ela falor: -Coloque no cú, na buceta, mas continue, pois nunca trepei tanto na minha vida, com seu tio. Virei-a e coloquei ela de quatro, passei meu pau na sua bucetinha para melar um pouco o pau e aos poucos e com muito cuidado, fui enfiando no cuzinho dela, que chorava de tesão e pedia mais...mais....enfia tudo até o talo. Enfiei tudo de uma sá vez. Ela gemeu e começou a gozar sem parar. Era um gozo atráz do outro. Nunca tinha visto isso. Fazia mesmo, muito tempo que meu tio deixava ela na secura. Depois tirei do cú e voltei na buceta, e ela se contorcia toda, nem pensando que poderia chegar alguém e ve-la como um frango assado, sendo possuida por seu sobrinho.



Quando ela já tinha gozado bastante, sentamos na cama e ela começou a chorar, mas não de arrependimento, mas sim de prazer. Do prazer que ela tinha sentido e que não sentia há vários anos. Me agradeceu, pediu segredo, no que foi atendida, e foi tomar um outro banho, voltando agora pelada, sem toalha mesmo e começamos tudo de novo até deixar ela e eu exautos de tanto trepar na sua buceta e no seu cú. Ela me pediu para deixar ela chupar mais um pouco, e eu dei meu pau, no que ela chupou gulozamente. Depois alegre que ela estava, foi ver suas roupas e escolheu uma bem bonita e mais curta e falou: Agora sá vou andar assim, e vou arrumar meus vestidos para ficarem mais curtos e mostrar as pernas e a buceta para quem quizer ver, e dar pra tantos homens que seu tio não vai conseguir carregar o chifre na cabeça. Eu falei: Isso tia, mude o visual, que não vai faltar kassete pra senhora. Ai ela me explicou que antes estava envergonhada de mim, mas que agora não, e me deu um gostoso beijo e me chamou para tomar-mos um lanche para refazer minhas forças, pois tinha minha mulher para meter ainda a noite. Mal sabia ela que minha esposa estava sentado num pau duro, dentro da buceta, em cima de um galho de um pé de frutas.



Minha esposa já tinha dado tanto pro meu sobrinho, mas ficava ora chupando o pau dele, ora metendo e as vezes chupando uma fruta para dar o tempo que eu precisava. Sai no quinal, dei algumas gargalhadas, junto com minha tia, e ela escutou lá onde estava e disse ao sobrinho que precisavam ir, senão eu poderia aparecer por lá. Como ele já estava satiseito, desceu, ajudou minha mulher a descer segurando ela pela bunda e buceta, ficando outra vez de pau duro. Minha mulher viu, tirou o pinto dele para fora e chupou até descarregar toda a tesão e a porra que ele ainda tinha e voltaram, encontrando eu e minha tia conversando e rindo. Meu sobrinho estranhou o modo de vestir da mãe e falou: -Puxa mãe, a senhora esta tão bonita, como eu nunca vi antes. Eu olhei pra ela e disse baixinho: -Tá vendo, até seu seu filho já tornou seu fã, imagina agora o tio e outros homens. Minha mulher deu um abraço nela e também comentou como ela estava bonita. Sim ela estava bonita, pois soltou toda a tesão que estava acumulado e que a tornava uma pessoa feia e triste. Agora era sá beleza e alegria. Sempre ela me agradece por ter mudado sua vida, e tascou chifre no meu tio, apesar dele começar a procura-la com mais frequência, mas não fazia do jeito que eu fiz.

Felicidade é tudo isso meus amigos. Ela esta do nosso lado e não vemos. Depois contei tudo a minha mulher, que me elogiou e disse: Você faz todas as mulheres felizes, principalmente eu. A felicidade está ao nosso lado, mesmo que sejamos chifrudos e também trazer alegria e felicidade a outras mulheres necessitadas, não importando sua idade, cor, religião, etc. Depois minha sobrinha chegou e disse que estava com tesão, que queria meter comigo. Não sei onde arranjei forças para dar felicidade e alegria a bucetinha dela, que era um vulcão de tanta tesão. Meu tio queria meter na minha mulher, mas quando viu a mulher dele mudada daquele jeito, e alegre, perguntou se ela tinha visto passarinho verde. Ela respondeu, não, não era verde, era vermelho como um crista linda e maravlhosa. E assim foi nossa visita a casa de meu tios. Deixamos todos alegres e felizes, que até deu vontade em todos eles de sempre nos visitarem em São Paulo, onde dou alegria a minha sobrinha e a minha tia e minha mulher dá alegria ao meu sobrinho e ao meu tio. Vem mais conto por ai, pois passamos na guarda rodoviaria e eram outros que la estavam, e que ficaram muito conentes com minha mulher. Mas é no práximo conto.

Ate breve, e aguardem.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


PMS contos eróticoswww.relato mulher casada deu pra outro macho picudo.com.breatos e conts de coroa loira que trai marido no sitiofiz minha madrasta chupar meu pau filmei tudo sem ela saberconto fui por cima do meu primoconto casada traindo com deficientexvidio coroa dorme com emteado e nao resistecontos erticos de ninfetasporno pesado arrombando relatosconto meu pai descabacou minha irmaassistimos porno comi gostoso contocontos eroticos cdconto erótico minha namorada e minha primacontos eróticos gay marombascontos eróticos fotos da gordinha me traiuConto me estruparao no matagal quando eu voltava pra casacontos eróticos incesto férias com mamãeconto erotico dei o cu pro garoto dotado e mijei de dorConto erotico e fotos da peluda da mamaeimagens de conto de homem macho transando com ambulância machover pica bonira gozandoContos eroticos viado d.mentiracontos eróticos rosto todo gozadocontos eroticos de comi a bunda da mae da minha amigairma dormindo alizei a bucetaconto eu e meu sobrinho metendo vai fode o rabo da titiacontos erótico vovó apimentadarelatos e contos de traicaode loira no acampamenteu sou solteiro eu sou empresário eu moro sozinho no meu apartamento minha linda e gostosa secretária casada da minha empresa eu sempre eu quis fuder sua buceta eu conversando com ela dentro da minha sala eu disse pra ela eu queria ter uma esposa como você pra morar comigo no meu apartamento ela disse pra mim patrão eu me separei do meu ex marido porque eu descobrir que ele tinha uma amante eu perguntei pra ela você que ir morar comigo no meu apartamento pra você ser minha esposa ela disse pra mim eu quero patrão ir morar com você pra eu ser sua esposa eu dei um beijo na boca dela eu levei ela comigo pro meu apartamento eu levei ela pro meu quarto ela me deu um abraço ela me deu um beijo na minha boca ela tirou sua roupa ela deitou na minha cama eu chupei seu peito eu disse pra ela sua buceta raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca ela pegou no meu pau ela disse pra mim seu pau e maior e mais grosso que o pau do meu ex marido ela começou a chupar meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta eu comecei a fuder sua buceta eu disse pra ela sua buceta e muito gostosa de fuder eu disse pra ela agora que você e minha esposa eu vou fuder sua buceta todos os dias ela disse fode minha buceta eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim eu quero dar meu cu pra você conto eróticowww.fotos piças de camioneirocontos eroticos de esposa fazendo o marido limpar sua bucwta goAdaContos zoofila comi mia professoraO dia que sequestrei minha neta conto eroticoContos eróticos netas funkeirasconto erotico a filha da vizinha nao aguentoumeu paucontoseroticos cavermaNovinha na estrada na siririca dentro do carro e batendo punheta para estranho no pornodoidominha prima malcriada contodupla perfeita uma chupava meu pinto e a outra chupava meu cuContos com espermacontos eroticos porno de pirralhas inocentescontos eróticos eu quero te fuder mas aqui vão vercontos eroticos pe de mesavidio de casais acariciante a buceta molhadaComeu o pratrao e a patroa conto hertico gaycontos eróticos Levei minha esposa para casa de outro machoCunhada safada entra no banheiro ocupado e acaba dando pro conhadofudida pelo vigia da escola conto erotico teeneu confesso incestorealizei a minha maior fantasia transei com um jovem loiro do pau grande e meu marido assistindosogra chortinho provocando genro cozinha lavandomeu corpo que era devastado pelo seu pau ainda duro contos eróticos conto clube de amamentacao de adultosmeu marido fez eu ultrapassar tds os limites contos pornosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto erotico meu padrato bem dortadorcanto erótico amiga da minha esposa dormir em casatocando punheta no maracanaporno. mulher tentou. cuidar. de. mendingo. en..casa. entrou. na pirocacontos eróticos de bebados e drogados gaysConto erotico gozei minha buceta no magrinhomeu/namorado me.comeu toda contocontos de coroa com novinhocontos eroticos abuzei de minha irmazinha com ela dormindoconto erotico gravida carenteconto enrabada grossContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar os pes de primas dormindoViadinho Na Embaixada De Angola Contos Eroticossó umbiguinhos lindos e peitos durinhoscontos eroticoseu gostoo d ver meu marido comendo a empregadaUm bucetao iniciada por um negão roludo casadoscontosconto erotico gay cuzinho rosinha tapas socacontoeroticoarregacadatravesti arrombou meu marido contofodo meu sogro todo dia com meu pauzao contoContos comi a noiva do meu amigocontos eroticos comi duas professorascontoseroticosdeincesto/irmaoeirmaminha esposa mostra a buceta para meu padeiroscontos picantes tarado no onibusconto erotico zofilia meu pai adotouconto erotico mihna mulher disse que o meu negocio exupa piçaDesvirginando a sobrinha de 18 anoscomi o cuzinho do vizinho novinho contos heroicosconto erotico mae bunda parte 2conto erotico cinema marido e mulhercontos eróticos omarion meu c**** só dormindoincentivanda pelo marido contos pornoconto comi minha amiga peludaContodeputa